Bolha Imobiliária no Brasil. Será?

Olá à todos!

Nos últimos anos o Brasil vem vivendo umas das maiores transformações em sua economia e principalmente na sociedade. As classes sociais emergiram, o poder de compra se elevou, os salários foram reajustados acima da inflação entre outros fatores. Mas como toda mudança, tem que se atentar para alguns detalhes e especificamente no mercado imobiliário, afinal, porque o preço dos imóveis aumentaram tanto, em geral, levando-se em conta a promessa de melhorias, crédito rápido e barato e a especulação que faz parte do contexto.

Dizer que estamos à beira de uma crise como a que ocorreu nos EUA em 2008 é utopismo, mas atentar-se à alguns detalhes é importante e principalmente buscar alternativas são primordiais. O crédito continua abundante nos bancos, mas hoje é mais difícil se financiar qualquer imóvel, já que a garantia será sempre o mesmo, ou seja, o referido imóvel. Os preços já atingiram o seu pico, portanto, não existe a menor chance que o seu imóvel comprado por R$100.000,00 tenha uma valorização de 100%, pois isso não existe, já que o próprio mercado imobiliário tem reavaliado esses valores para baixo. No eixo RJ-SP os valores bateram recordes de preços, enquanto que em cidades mais bem estruturadas como NY e Los Angeles os valores caíram em média 25%.

O Brasil é um país que necessita de moradias e existe um espaço para que isso ocorra, mas de forma tão menos obsessiva e de maneira mais racional. Existem diversas formas de investir o seu dinheiro no mercado imobiliário, sem ter que comprar um imóvel, afinal, tem que se levar em conta os custos de uma aquisição como essa: ITBI, IPTU, valor de 6% da imobiliária, taxa de condomínio, manutenção entre outros.

 

 investimentos

Hoje o mercado de capitais oferecem alternativas como CRI(Certificado de Recebíveis Imobiliários), LCI (Letras de Crédito Imobiliário), FII (Fundo Imobiliário) e Ações (em empresas do setor de contrução), onde qualquer pessoa pode investir com segurança, liquidez e rentabilidade. As corretoras de valores, bancos de varejo e bancos de investimentos oferecem essas modalidades, porém, assim como imóveis, é lição de casa pesquisar as taxas de administração, conhecer os gestores, dividir os seus riscos e ter sempre um acompanhamento de um profissional que conheça o mercado. Dessa maneira terá certeza de fazer um bom investimento.

Mas do que não aplicar todo o seu dinheiro em um único ativo, ter conhecimento é crucial para tomada de decisão.

Um abraço até a próxima semana.

 rodrigo

Rodrigo Teixeira Mendes é Graduado em Direito (Unip) - Pós Graduação Administração de Negócios (Mackenzie);

Experiência Profissional: Banco Itaú, RR Donnelley Moore, Camargo Côrrea e Valuta Invest (desde out.2011). Atualmente, trabalha na Valuta Invest (parceira da Ágora Corretora – Bradesco) na distribuição dos produtos disponíveis no Mercado de Capitais (Bolsa de Valores,Tesouro Direto, Debêntures, Fundos Imobiliários, Fundos de Investimentos Multimercado e Renda Fixa entre outros) e ministra cursos e palestras na área de Educação Financeira.

E-mail: rodrigo@valutainvest.com.br

Telefone: (19)  99626-1540/ (19) 2513-0103/ (19) 3512-8045