Sustentabilidade - "invista nessa palavra, pois quem ganha é você”.

 sustentabilidade

O mundo mudou e consequentemente os padrões também mudaram. Não é estranho você ver a palavra sustentabilidade empregada em diversos ramos da sociedade. Uma palavra tão forte ultimamente que está em alta no universo da arquitetura, da construção civil e da decoração também. Cult ou chic o que vemos é que essa onda deve aumentar a cada dia. E o planeta agradece e seu bolso nem que seja a longo prazo.

E o que é Sustentabilidade? São ações e atividades humanas que visam preencher as necessidades atuais dos seres humanos, sem comprometer o futuro das próximas gerações. Levando em conta o desenvolvimento econômico e o material com intuito de não agredir o meio ambiente  utilizando de forma inteligente os recursos naturais.

Um exemplo de forma consciente que se enquadra nas discussões atuais de sustentabilidade é o que fazer com os resíduos deixado pela construção civil. Como é o caso dos solventes presentes nas tintas. Hoje notamos a preferência do uso de tintas sem solventes.  Encontramos também como medidas implementadas para aliviar o impacto ambiental: o uso de materiais menos agressivos de modo geral, a redução de desperdícios de água e energia. As edificações trilham cada vez mais o rumo da ecoeficiência com a construção de prédios e também de casas de alta performance que otimizam o consumo de água e energia.

Outro levantamento importante é que os aparelhos de ar-condicionado são responsáveis pelo consumo de 120 e 252 kwh por mês em uma residência comum, segundo a Eletrobras. Já em um prédio comercial, onde cada apartamento tem mais de um aparelho, o cosumo de energia elétrica dispara.  O uso excessivo de aparelhos de ar-condicionado é decorrente de falhas nos projetos, que não contemplam elementos sustentáveis básicos e inserem na obra uma envoltória envidraçada, sem proteções contra a insolação direta, falta de isolamento do telhado, má ventilação, dentre outras falhas. Uma obra de quem prece à sustentabilidade não ocorreria isso.

A princípio o gasto com a sustentabilidade pode ser maior em 5% no processo da construção, mas a longo prazo esse investimento compensa e o planeta e as futuras geração irão agradecer. Além da economia podemos destacar que ao desenvolver um projeto sustentável será resaltado características do cliente e do clima do local em que ele vive. O planejamento contribuirá também para reutilização de matérias da obra que antes seriam descartados.

 Sustentabilidade

Uma outra opção de uso consciente de materiais é a utilização de móveis e objetos de decoração. Não é difícil você encontrar grande oferta de móveis de madeira vindos de demolição no mercado.  Uso inteligente que após uma reforma ganha charme e bom gosto. E natureza agradece.

O desenvolvimento sustentável no Brasil está caminhando.  Da mesma forma que o país se constituiu como um promissor mercado na construção civil, na arquitetura e na decoração. Tudo indica que teremos todas as possibilidades de se destacar como uma nação sustentável. Invista em sustentabilidade no seu projeto além do seu bolso agradecer a longo prazo as futuras gerações poderão ter um planeta mais saudável.

 


 Naya Freitas

Naya Freitas é empresária e escreve na coluna de decoração