Qual você usa? Pinça, laser, cera quente ou lâmina?


 Veja os prós e contras dos mais conhecidos métodos de depilação.

Todas nós mulheres conhecemos, ou pelo menos já ouvimos falar, de diferentes formas de depilação. Mas antes de escolher qual usar, é preciso conhecer bem cada uma delas, já que o melhor método varia para cada pessoa. Independente da escolha de cada uma, cuidados devem ser tomados. Conheça os sete principais métodos, suas vantagens e desvantagens.

Cera quente

É um dos métodos mais conhecidos e utilizados e tem o preço acessível. Porém, quando a temperatura da cera é muito alta, ela retira também a camada mais superficial da pele e pode causar irritação.

Cera fria

É menos agressiva que a quente, por não aquecer a pele do local depilado. E a própria pessoa consegue aplicar, com a opção de folhas prontas para depilar. Mas existe a chance de encravar em áreas com pelos muito finos.

Pinça

Além de remover os pelos pela raiz, também reduz e os deixa mais curtos. Mas é um método que demanda tempo e paciência.

Cremes depilatórios

Pode ser aplicado durante o banho e ajuda a amolecer e dissolver a estrutura dos pelos. E pode causar alergias, queimaduras químicas, dermatite ou escurecimento das áreas tratadas.

Lâmina

Corta apenas a haste do pelo, evitando que encrave, mas remove a camada mais superficial da pele e pode ainda cortar ou causar infecções.

Depilação com linha

A linha é antialérgica e retira os pelos pela raiz. Mas além de requerer tempo e paciência, também pode doer.

Laser

É um método definitivo e muito eficaz. O laser é atraído pelo pigmento de melanina e atinge o folículo piloso, destruindo-o. Em alguns casos, a pele pode ficar vermelha ou irritada. E tem um custo alto.

 


 pinça

 carol cunha

Jornalista com sete anos de experiência na área atuou nos principais meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas: EPTV, GRUPO RAC, Repórter caderno de Cidades do jornal Correio Popular, Repórter do Portal Cosmo on-line, Editora assistente de Opinião, Colunista do jornal Diário do Povo, Repórter da revista Metrópole e colunista social, Finalista do prêmio FEAC 2009. 

Hoje trabalha na área de educação onde é Coordenadora de Comunicação no Colégio Notre Dame de Campinas e Assessora de Imprensa e Comunicação da Carol Cunha Comunicação.