10 tradições que a família Real britânica já quebrou. Eles também dão uma "escapadinha" de vez em quando

Como diria o Tio Ben, personagem do Homem-Aranha, “com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”. No caso da família real britânica, além das responsabilidades, vêm as tradições de séculos que os membros devem seguir. Mas, como os seres humanos “comuns”, eles também quebram algumas regrinhas de vez em quando. Eita! Pode isso? 

gettyimages-610193012.jpg

A CH listou 10 tradições que a família real já quebrou. Confira:

Festa de casamento
O príncipe William e Kate Middleton se casaram em 2011 e foram ~rebeldes~ ao darem uma festa após a cerimônia religiosa. Isso não é comum em casamentos reais, mas o casal recepcionou cerca de 600 convidados em um almoço no Palácio de Buckingham. Até a Ellie Goulding cantou na festa!

gettyimages-113288373.jpg

Informar o nascimento de um herdeiro por telefone
Príncipe William fez questão de presenciar o nascimento de seu primeiro filho, o pequeno George. Por isso, ele não pôde seguir o protocolo e informar a novidade pessoalmente para a Rainha Elizabeth II. A solução foi ligar para a matriarca da família para fazer o anúncio.

Falar sobre a vida íntima
Recentemente, o príncipe Harry e Meghan Markle anunciaram que estão noivos e que se casarão em maio de 2018. Antes de tudo isso acontecer, a atriz de Suits contou sobre sua vida amorosa com ~Vossa Alteza~ para a revista Vanity FairEla inovou, já que os casais da família real costumam ser bem mais introspectivos.

gettyimages-883619300.jpg

Natal nada real
A comemoração de natal da realeza é na casa de campo da família junto com a rainha. Em 2012, William e Kate faltaram na festa. Naquele ano, a duquesa estava grávida de George e passava por um período difícil. Por isso, passaram o feriado com os pais dela.

Batizado incomum
Até os padrinhos de membros da realeza devem ser da realeza. William e Kate não deram muita bola para isso: eles escolheram amigos de infância e da faculdade para batizarem George e Charlotte. Os batizados geralmente acontecem no Palácio de Buckingham, mas o casal levou os babies para a igrej

gettyimages-479552438.jpg

Dar autógrafos
A família real não distribui assinaturas, mesmo para os fãs, para evitar que elas sejam falsificadas. Mas o príncipe Charles, avó de George e Charlotte, não ligou para essa regra em 2010. Na época, um casal que foi vítima de uma inundação devastadora em Cornwall, na Inglaterra pediu um autógrafo para o filho e ele deu.

Escola fora de casa
Ir para a escola não era um hábito comum entre o membros da realeza. Na verdade, eles estudavam em casa, mas tudo mudou quando Diana mandou William e Harry para “fora”. George seguiu os passos do pai e hoje estuda em uma instituição em que o ensino acompanha a evolução da criança.

gettyimages-843633072.jpg

Vivendo fora de Londres
Você sabia que Kate e William não moram em Londres? Tradicionalmente, toda a família real tem morado na cidade, mas o casal decidiu se mudar para uma mansão real no interior da Inglaterra para levar uma vida mais sossegada e criar os filhos do jeito mais comum possível.

Demonstração de afeto
Os membros da família real não podem se abraçar e nem dar as mãos entre eles em locais públicos, principalmente quando estão viajando, pois podem ofender a cultura do local que estão. Esta “regrinha” parece ser a mais chata, né? E, como você já deve imaginar, ela já foi quebrada algumas vezes…

gettyimages-149707569.jpg

Escolher o próprio anel de noivado
A princesa Diana quebrou uma tradição antes mesmo de se casar com o príncipe Charles. Em vez de aceitar um anel de noivado feito único, ela mesma escolheu a joia que iria usar, o que não é nada comum para eles! A peça era de uma joalheria tradicional de Londres – e William pediu Kate em casamento como mesmo anel. Oun!

O que você achou dos momentos ~rebeldes~ da família real?

Fonte: https://capricho.abril.com.br/famosos/10-tradicoes-que-a-familia-real-britanica-ja-quebrou/amp/