Como prevenir e tratar as otites? Coluna Vida de Bicho por Isadora dos Reis Casline

As otites são caracterizadas por um processo inflamatório no conduto auditivo de cães e gatos, tendo maior incidência em cães. Podem ser agudas ou crônicas. E ainda externa( a mais comum), médias e internas( mais grave).

otite.jpg

Essa é a Uvinha, paciente alérgica crônica.

Muita gente me questiona se as otites podem ser causadas por banhos dados em pet shop ou mesmo em casa. Sabe-se que a umidade é sim um fator predisponente , portanto se as orelhas não forem protegidas durante o banho, existe uma chance grande de desenvolver o problema, mas esse não é o único fator predisponente. Além do que limpezas profundas com pinças e cotonetes , ou a retirada excessiva de pelos causam traumas ao epitélio que pode se inflamar e infeccionar.

Então, sempre antes do banho, o correto é proteger os ouvidos colocando algodão no interior deles, evitando assim que se molhem excessivamente( e não esquecer de tirar!) e também não utilizar cotonetes ou pinças na limpeza após o banho, que deve ser feita apenas com um algodão enrolado no dedo.

Fatores como doenças alérgicas, conformação anatômica do ouvido( citando por exemplo raças de orelhas pendulares como Cockers) , estenose do canal auricular e até o excesso de pelos podem contribuir para o aparecimento da otite, já que estes dois últimos impedem a passagem normal da cera para o exterior.

Nas otites além da inflamação, vemos o aparecimento de bactérias, causando também infecção, muitas vezes com secreções purulentas saindo dos ouvidos, fungos( que se proliferam com a umidade) ou ácaros( bem comum em gatos).

Os sintomas na maioria  dos casos são dor, prurido, e o mais comum é você perceber o chacoalhar constante das orelhas.

isadora.jpg

O tratamento deve ser feito segundo cada caso, e geralmente os insucessos se devem ao fato da pessoas irem ao pet e comprar um medicamento sem saber exatamente que tipo de otite o animal tem. Em muitos casos, além do medicamento tópico, lança-se mão de antibióticos e anti inflamatórios orais, para ajudar a controlar os sintomas e principalmente em otites recorrentes.

Por isso sempre que perceber esses sintomas, não automedique seu animal, leve ao médico veterinário e siga exatamente a receita que ele lhe passar. Um tratamento bem feito de uma otite demanda tempo.

Qualquer dúvida , entre em contato comigo em Isa Casline Veterinária

Isadora (1).jpg

Isadora dos Reis

Coluna Vida de Bicho

Formada em dezembro de 2001, pela Fundação de Ensino Octavio Bastos, em São João da Boa Vista. Especialização em clinica medica de pequenos animais e dermatologia veterinaria. Área de clinica médica e atendimentos personalizados em domicílio na zona norte  e central de São Paulo e também em Guarulhos.Contato: isacasline@gmail.com