Monitorando e acompanhando o desempenho do negócio - Coluna Gestão Moderna de Negócios por José Roberto de Siqueira

Para que seu negócio tenha sucesso e os objetivos possam ser atingidos, é fundamental que a liderança estabeleça indicadores de desempenho que meçam a qualidade a assertividade da gestão. Tinha um líder que sempre me dizia -  “ O que você mede você faz”.

maxresdefault.jpg

Na realidade, sem acompanhamento constante e com certa frequência você nunca irá saber se está no caminho certo ou não, se precisa de ajustes ou se precisa rever sua estratégia ou suas metas. Porém, antes de iniciar a medir e acompanhar sua organização, você precisa desenhar e implantar processos claros, bem estabelecidos e documentados e que sejam conhecidos por toda a organização.

Em paralelo, é importante que sua organização tenha estabelecido no orçamento anual (budget) os objetivos, as metas, e principalmente os indicadores de desempenho. Normalmente, eles devem abranger várias áreas da organização, como por exemplo, Vendas, Produção (em caso de Industria), Marketing, Logística, Finanças, RH, etc) e também considerar elementos como Faturamento, Margens, Custos, Estoques, Níveis de Serviço, Atendimento de pedidos, Fluxo de Caixa, Satisfação de clientes, Fidelidade, preços, etc.

Existem uma série de ferramentas e softwares de gestão para monitorar seu negócio, inclusive muitos permitem simulações de ambientes, variáveis e projeções futuras. No geral, a ideia é que você tenha um “Painel de Controle” (Dashboard) como num automóvel ou num avião, que indica se você está no caminho certo. Muitas dessas ferramentas baseiam-se num processo onde você insere as metas e compara os resultados alcançados versus o planejado, podendo utilizar-se de uma espécie de “Semáforo”, onde a cor verde indica se você atingiu ou superou a meta, a cor amarela indica atenção quando você quase atingiu a meta e, por fim, a vermelha que indica que você não atingiu a meta e o quanto ficou longe de fazê-lo. Dessa forma você poderá corrigir rotas ou fazer ajustes no tempo correto para que, ao final, você atinja seus objetivos. Nesse modelo de gestão, a figura dos líderes é muito relevante, pois exigirá disciplina e constância, assim como veremos no caso da Toyota, que acompanha todos seus indicadores e faz ajustes na velocidade necessária. Então como fazer?

Depois de definidos os processos, os indicadores e a frequência de análise, acompanhamento e monitoramento, convoque uma reunião formal e a inclua no calendário da organização para que, no mínimo, todos os meses, as diversas áreas responsáveis pelos indicadores se reúnam para discutir os acertos e as divergências nos resultados. Num nível mais operacional, essa frequência deve ser menor para que os ajustes possam ser feitos em tempo hábil. A seguir, como referência e sugestão, fiz uma lista de indicadores para que você possa utilizar ou ter uma ideia melhor de quais indicadores são mais compatíveis ou apropriados ao seu tipo de negócio.

CLOSE+LC.jpg

José Roberto de Siqueira

Coluna Gestão Moderna Negócios

Larga experiência em liderança como Presidente e CEO em empresas multinacionais e nacionais, membro dos Conselhos de Administração e do Lide do grupo Dória, professor de MBA, palestrante e CEO da Premiatta Consultoria: www.premiattaplus.com , Linkedin:  https://www.linkedin.com/in/jose-roberto-de-siqueira-217a032/  Curso on Line: https://cursos.premiattaplus.com - Telefone: (011) 991591939