São Paulo terá o primeiro espaço de arte imersiva - Coluna Entretenimento por Milena Baracat

O primeiro espaço de arte imersiva da América Latina será em São Paulo!

Mais especificamente, no Museu da Imagem e do Som (MIS).

foto 1.jpeg

(Foto Reprodução)

O MIS Imersão será construído em um espaço de dois mil metros quadrados e, segundo a assessoria do museu, a data de inauguração é esperada para início de novembro.

foto 2.jpg
foto 3.jpg
foto 4.jpg

(Fotos Reprodução: teamLab. Exposição em Tóquio)

Inspirado no Ateliê des Lumière, o local terá sistema de 150 projetores, com exposições que irão permitir um “mergulho” dentro das obras, gerando uma experiência nova, educativa, com informações sensoriais que auxiliam no entendimento das obras.

Essa é a façanha da arte imersiva: utilizar a tecnologia como um veículo para nos conectar à arte, fazendo com que possamos vivenciá-la.

Simplesmente fascinante!

foto 5.jpg
foto 6.jpg
foto 7.jpg
foto 8.png

(Fotos / Reprodução 1 e 2: Van Gogh – Atelier des Lumières. Fotos / Reprodução 3 e 4: exposição imersiva de Van Gogh em São Paulo intitulada “Paisagens de Van Gogh”)

A exposição inaugural do MIS será a de “Leonardo da Vinci - 500 anos”, que no momento está em exibição no Canadá e nos Estados Unidos.

foto 9.jpg

A mostra apresenta uma experiência imersiva multissensorial de 45 minutos, com seções sobre réplicas de arte renascentistas do artista italiano, seus esboços anatômicos e suas invenções. A obra “A Última Ceia” tem uma animação em tamanho real e manuscritos de sua vida profissional.

foto 10.jpg
foto 11.jpg
foto 12.jpg
foto 13.jpg

(Fotos / Reprodução: exposição Leonardo Da Vinci - 500 Anos)

Marcos Mendonça, ex-presidente da Fundação Padre Anchieta, anunciou oficialmente o lançamento da exposição numa coletiva. Como novo diretor-geral do MIS, ele disse que uma de suas missões é renovar o museu.

foto 14.jpg

(Foto Reprodução: Coletiva de imprensa para anúncio do MIS Imersão e do então novo diretor-geral do Museu da Imagem e do Som, Marcos Mendonça)

Entre suas metas, estão, além da criação do MIS Imersão, dobrar a visitação do Museu da Imagem e do Som de 450 mil para 900 mil visitantes por ano; da mesma maneira duplicar o número de Pontos MIS (programa que leva oficinas, bate-papos e sessões de filmes para municípios do Estado); e instituir três novas programações: o Circuito MIS, com circulação de exposições a todas as regiões do Estado; o MIS Volante, caminhões com palco que vão levar espetáculos e projeções para o interior; e o Hub MIS, programa de estímulo à produção de animações e games nacionais.

Fonte: saopaulo.sp.gov.br /mis-sp.org.br

Fotos Reprodução: Google e teamLab.

Milena.jpg

Milena Baracat

Coluna Entretenimento

Formada em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Atualmente presta assessoria ao Site Raquel Baracat.