Nem Sangue Nem Areia agita o Escuta o Cheiro neste domingo

Realizada todo terceiro domingo do mês, a roda de samba do Escuta o Cheiro receberá no próximo domingo (17/2), a participação do Nem Sangue Nem Areia, o bloco mais antigo de Campinas, que estará ao lado das bandas Reunião de Bacanas e Sinuca de Bico.

nem-sangue.jpg

Fabinho Azevedo, autor do samba do bloco, que este ano vem com o enredo “A Vila Vai Virar Sertão”, uma homenagem ao povo nordestino, estará no Escuta o Cheiro, fazendo um pout-pourri com samba enredos de anos anteriores, e misturando forró, baião e xote ao samba, mostrando que na grande geleia geral brasileira tem espaço para todos os ritmos.

Adereços do bloco vão decorar as paredes do Escuta, e o boneco do boi, símbolo do Nem Sangue Nem Areia, estará à disposição dos foliões para quem quiser circular com ele pelo quintal mais charmoso da cidade. 
Durante toda à tarde, estará acontecendo um happening com o artista plástico Fabiano Carriero, reponsável pela identidade visual dessa edição do desfile do bloco. Ele estará grafitando, com seu estilo peculiar, uma das paredes de entrada do Escuta o Cheiro.

Como o Nem Sangue Nem Areia vai prestar homenagem à comunidade nordestina, a cozinha do Escuta irá oferecer comidinhas especiais com raízes do Nordeste. Camisetas do bloco também estarão sendo comercializadas,

História

A formação original do Nem Sangue Nem Areia foi fundada em 1945, por um grupo de famílias da Vila Industrial. O bloco sobreviveu até 1976, quando já havia se transformado em escola de samba.

A inspiração para o seu batismo veio do filme “Nem Sangue Nem Areia”, do humorista mexicano Cantinflas, uma sátira ao sucesso hollywoodiano “Sangue e Areia”, estrelado pelo galã Tyrone Power. A relação ocorreu pelo fato da Vila Industrial ser um bairro que concentrava matadouros e curtumes. Moradores antigos relatam que era comum ver manadas de bois e vacas atravessando as ruas do bairro.

Entre as características do bloco estavam os bonecos com cabeções, muitos deles representando personagens do cinema e de histórias infantis, e os bonecos de dois bois – preto e vermelho – e de cavalos, que investiam contra o público, o que garantia a diversão, em especial das crianças. Após uma decisão polêmica que tirou do Nem Sangue Nem Areia o título do carnaval campineiro em 1976, a agremiação encerrou suas atividades.

Em 2009, por iniciativa de um grupo de músicos e jornalistas da cidade, o Nem Sangue Nem Areia renasceu, e em 2019 chegará ao seu 11º desfile na nova fase. Nesse período, já foram feitas homenagens à Vila Industrial e aos fundadores do Nem Sangue Nem Areia, aos jornalistas Francisco e João Teodoro, precursores da imprensa campineira, ao artista plástico Thomaz Perina e ao Teatro Castro Mendes.

Cardápio

Além da boa música, num ambiente muito agradável, o Escuta o Cheiro também é ótima opção para o almoço de domingo, pois sempre vem com um cardápio que agrada a todos paladares, com opção vegana, preparado pela chef Juliana Araújo. E para beber, cerveja, caipiroska, caipirinha, saquerita, catuaba, destilados – como Campari - refrigerantes e água.

Realizado todo terceiro domingo do mês, o samba do Escuta o Cheiro já se tornou tradição para os apreciadores de boa música, num espaço alternativo e com gente bonita. O projeto surgiu da união de amigos interessados em levar boa música ao público, num ambiente agradável e diferente do que a cidade oferecia.

Em outubro de 2008, Márcio Belardini abriu seu quintal, numa bela chácara situada no bucólico distrito de Sousas, em Campinas, para a realização de uma deliciosa roda de samba. Desde então, todo terceiro domingo do mês apreciadores de samba de raiz têm endereço certo: o quintal do Escuta o Cheiro. Hoje, ele comanda a casa ao lado de Mariana Vasconcelos que, além do talento empresarial, ainda é dona de uma bela voz e repertório maravilhoso.

As apresentações são ao ar livre (o que faz com que o evento seja adiado em dias de chuva), embaixo de jabuticabeiras por onde, não raro, aparecem saguis e outros pequenos animais. Para a criançada, cordas penduradas nos galhos se transformam em seguros balanços.


Serviço

O quê: Escuta o Cheiro Especial com o Nem Sangue Nem Areia

Quando: Domingo (17/02)

Horário: a partir das 12h

Onde: Espaço Escuta o Cheiro (Rua dos Expedicionários, 544, Sousas. Campinas)

Entrada: R$ 20 (dinheiro/cheque/cartão. Comida e bebida à parte)

www.escutaocheiro.com.br


Mais informações: Roberto Cardinalli (99182-7760) Paulo Reda (99202-0691) Ivaci de Oliveira (99204-0005)