Reforma em casa de Harry e Meghan usou R$ 11,6 mi de dinheiro público

Britânicos mostram-se revoltados com gastos de Harry e Meghan

naom_5cd28ef858ebb.jpg


Príncipe Harry e Meghan Markle gastaram 2,4 milhões de libras (algo em torno de 11,6 milhões de reais), provenientes de impostos pagos pelos contribuintes britânicos, para reformar sua nova casa, o Frogmore Cottage, em Windsor. O valor foi divulgado na última demonstração financeira anual da Família Real.

De acordo com a CNN, os trabalhos de reforma incluíram a remoção de uma chaminé, retoques no teto, adição de escadas e instalação de lareiras. Esses reparos foram custeados pelo Sovereign Grant, fundo de recursos públicos destinado à Família Real para pagamento de salários da equipe da rainha, manutenção de palácios e custos com viagens. Gastos com instalações, equipamentos e mobília no novo lar do casal real, no entanto, foram pagos com recursos próprios da família.

O Frogmore Cottage anteriormente compreendia um prédio com cinco apartamentos, tendo passado por uma grande reestruturação para ser convertida em uma residência única. Os dois se mudaram para o endereço antes do nascimento de seu primogênito, Archie.

Ainda de acordo com o relatório financeiro, o Sovereign Grant custou aos contribuintes um total de 67 milhões de libras entre 2018 e 2019, 41% a mais do que no ano anterior.

Fonte: https://veja.abril.com.br/entretenimento/reforma-em-casa-de-harry-e-meghan-usou-r-116-mi-de-dinheiro-publico/amp/