Quem são as crianças da Realeza que um dia assumirão o trono?

Conheça os nomes dos mais pequenos que um dia serão coroados reis e rainhas dos seus países.

2019-06-07-0.jpg

Na Europa, vários são os herdeiros ao trono que são ainda muito jovens. Alguns ainda crianças, outros já adolescentes, em comum têm o facto de terem já nascido com essa responsabilidade e de frequentarem ainda todos a escola.

Aos 13 anos, a princesa Leonor de Espanha acaba de entrar na adolescência. Princesa das Astúrias. Em 2018 adquiriu mais responsabilidades, ao receber o Tosão de Ouro, a mais importante distinção no país, a 30 de janeiro de 2018, no dia em que o pai, o rei Felipe VI, completou 50 anos.

Em setembro do mesmo ano, a princesa das Astúrias, título apenas concedido a quem é herdeiro do trono e que, portanto, recebeu automaticamente no dia em que Juan Carlos abdicou em favor do filho, a 19 de junho de 2014, realizou a sua primeira visita oficial, que teve como destino Covadonga, nas Astúrias. Em outubro, no último dia do mês, data em que assinalou 13 anos, fez a sua primeira intervenção pública, ao ler o primeiro artigo da Lei Magna, no Instituto Cervantes.

O príncipe Christian da Dinamarca, tem a mesma idade que a princesa Leonor e é o segundo na linha da sucessão ao trono, a seguir ao pai, o príncipe Frederico. É frequente vê-lo em eventos reais. Em 2015, por exemplo, participou num concerto de homenagem à avó, a rainha Margarida, por ocasião do seu 75º aniversário.

Inicialmente tratado como "Sua Alteza Real", o título foi alterado em abril de 2008 para "Sua Alteza Real, príncipe Christian da Dinamarca, Conde de Monpezat", por vontade da sua avó, que lhe concedeu o título.

A princesa Ingrid da Noruega tem 15 anos e é filha do príncipe Haakon e de Mette-Marit. Depois de vários anos a estudar num colégio privado, a segunda na linha de sucessão ao trono norueguês, a seguir ao pai, irá frequentar, a partir do próximo ano letivo, uma escola pública, como é hábito entre a realeza do país.

Ingrid costuma participar em atividades oficiais da família real. Se antes tinha um aspeto mais tímida, agora mostra sempre um simpático sorriso em todos os eventos onde marca presença. Quando se tornar rainha, será a segunda vez que uma mulher ascende ao trono, algo que só é possível devido à alteração à Constituição, feita em 1990, que estabeleceu a primogenitura absoluta foi estabelecida.

A princesa Amalia da Holanda, é a mais velha das três filhas do rei Guilherme e da sua mulher, Máxima. Tem atualmente 15 anos. Fez a escola primária num estabelecimento de ensino público, mas atualmente frequenta o colégio Christelijk Gymnasium Sorghvliet, em Haia.

Para já ainda não tem agenda oficial, mas é costume acompanhar os pais em eventos oficiais, assim como acontece com as suas irmãs. No seu oaniversário é organizado um concerto, para o qual são convidados alguns embaixadores e membros da corte e do Conselho de Estado, orgão do qual também fará parte quando atingir a maioridade.

Elisabeth da Bélgica é a filha mais velha dos reis Mathilde e Philippe, e, por isso, a primeira na linha da sucessão ao trono. Assim que for subir ao trono será a primeira mulher do país a ser coroada rainha. Com 17 anos, Elisabeth é a mais velha deste grupo de crianças e jovens que um dia ocuparão os tronos dos seus países.

Elisabeth marcou presença no seu primeiro ato oficial em 2008 e discursou pela primeira vez em 2014, numa homenagem às vítimas da I Guerra Mundial. Nessa ocasião falou nas três línguas do país, flamengo, francês e alemão.

Estelle da Suécia é a filha mais velha da princesa herdeira do trono Victoria e de Daniel Westling. Tem sete anos, recebeu o título de duquesa da Gotalândia e é a segunda na linha de sucessão ao trono.

Desde muito cedo participa em eventos oficiais e, tal como aconteceu com a mãe, estuda numa escola pública. Nos primeiros quatro anos de vida esteve ao cuidado de uma ama de origem australiana, pelo que aprendeu a falar inglês.

O príncipe George, do Reino Unido, tem cinco anos. É o terceiro na linha de sucessão ao trono britânico, a seguir ao avô, o príncipe Carlos e ao pai, o príncipe William.

Por opção dos pais, não é muito frequente vê-lo em eventos públicos. George tem dois irmãos mais novos, a princesa Charlotte e o príncipe Louis.

Por fim, o mais novo de todos, Jacques do Mónaco é filho do príncipe Alberto e o primeiro na linha de sucessão ao trono. Apesar de ter uma irmã gémea, Gabriella, que até é dois minutos mais velha que ele, é Jacques quem vai assumir o trono, por ser o filho varão.

É comum vê-lo com os pais e a irmã em eventos públicos, como foi o caso recente do Grande Prémio de Fórmula 1 do Mónaco, onde surgiu ao lado do pai de óculos escuros, assim como Gabriella.

Fonte: http://caras.sapo.pt/realeza/2019-06-07-Quem-sao-as-criancas-da-realeza-que-um-dia-assumirao-o-trono-