Crítica de cinema por Vicente Neto - Filmes: Blinded by the light e Dolor y Gloria

Blinded by the Light (título em Português: “A Música da Minha Vida”)

blinded-by-the-light-movie-poster.jpg

Fiquei curioso para assistir a este filme, quando soube que era sobre as músicas de Bruce Springsteen. Não sabia que era baseado em fatos reais (sobre um jovem fanático pelo músico), e isso me deixou ainda mais motivado em assistir.

 Luton (Inglaterra), 1987. Javed, um jovem imigrante paquistanês, tenta adaptar-se à cultura de um país radicalmente diferente do seu, ao mesmo tempo que se esforça por respeitar e seguir as tradições da sua família. Um dia, um amigo lhe mostra uma fita cassete com as músicas de Bruce Springsteen. Aquelas letras ecoam no mais profundo de si mesmo, e vão transformá-lo. Com elas, vai aprender qual o seu lugar no mundo, mas o pai, um homem autoritário e com resistência à mudança, vai ter dificuldades em aceitar as suas escolhas.

 Um filme bem bonitinho, agradável e divertido. Bem estilo de filme da Netflix. E sugiro aguardar esperar para assistir na TV, se não fizer questão de ver no cinema. Mas vale assistir, especialmente para os fãs do “Boss” (como os fãs chamavam Bruce Springsteen nos anos 80).

  Dolor y Gloria (título em Português: “Dor e Glória”)

Dolor y Gloria.jpg

Confesso que não muito apreciador dos filmes do Almodóvar. Já gostei de alguns de seus filmes, mas já de outros, aclamados, achei fracos. De qualquer forma, sei da qualidade deste diretor, então, resolvi conferir.

 O espanhol Salvador Mallo (Banderas) possui uma extensa e aclamada carreira internacional como diretor de cinema. Agora, solitário, doente e atravessando uma crise de inspiração, faz uma reflexão sobre as escolhas feitas ao longo da vida. As suas memórias o conduzem à infância, numa pequena aldeia espanhola, até aos tempos de juventude e idade adulta, já na cidade de Madrid. Essa viagem o fará avaliar a sua relação com os pais, os amigos e amantes; assim como os sentimentos de alegria, tristeza e perda que foram deixando marcas profundas e o transformaram no que é hoje.

 Este é um dos filmes dele que posso dizer que gostei. Até Banderas, que não me agrada tanto como ator, está muitíssimo bem no papel. Vale muito assistir!

Vicente.jpg

Vicente Neto

Coluna Crítica de Cinema

Engenheiro que, desde pequeno, é apaixonado por cinema. Procura assistir a todos os filmes possíveis na telona e, se deixa escapar, assiste em DVD. Costuma sempre ver o lado bom de cada filme que assiste, mesmo se este não agradar muito. Suas críticas são praticamente uma conversa entre amigos, comentando do filme que assistiu.