A polêmica sobre a nova série do Netflix - Coluna Entretenimento por Milena Baracat

O drama italiano Baby, nova série original da Netflix produzida inteiramente na Itália, colocou a Netflix em uma polêmica que parece não ter fim.

foto 1.jpg

Acusada de glamourizar a prostituição adolescente por conta de seu enredo, que supostamente romantiza a prostituição de menores de idade como se fosse algo que valesse a pena, gerou uma ferrenha campanha contra a série organizada pela NCSE (sigla em inglês para Centro Nacional contra a Exploração Sexual), sediada em Nova York, com o apoio de 55 sobreviventes do tráfico sexual.

foto 2.png

"A Netflix parece que virou as costas para a realidade da exploração sexual", disse em nota Dawn Hawkins, diretora-executiva da organização.

Entretanto, a série não causa esse efeito, nem de longe. Somente os mais reacionários conseguem ver uma apologia a alguma coisa por aqui. Além do mais é baseada em uma história real, então, espera-se que ela seja narrada como tal. Eu assisti a primeira temporada e achei que Baby, na verdade, expõe como a juventude num modo geral se sente vazia, sem perspectiva e atormentada com as consequências de suas decisões erradas.

FOTO 3.jpg
FOTO 4.jpg

A HISTÓRIA REAL

A história principal de Baby é livremente baseada em um caso real ocorrido na Itália em 2014, que ficou conhecido como “Baby Squillo”. Na época, duas ricas adolescentes de Parioli, um bairro nobre em Roma, ofereciam serviços sexuais em troca de dinheiro. Advogados, políticos e empresários estavam envolvidos no esquema de prostituição infantil. O acontecimento repercutiu consideravelmente na mídia, ao ponto de uma das mães das garotas ser presa.

foto 5.jpg

A SÉRIE

Os roteiristas Antonio Le Fosse, Eleonora Cheats, Marco Raspanti, James Mazzariol e Rei Salvador - que formam o coletivo chamado Grams - usaram essa história real como inspiração e pano de fundo para retratar uma juventude entediada e frustrada que, sem medir as consequências de seus atos, devastam suas vidas.

foto 6.jpg

Na série, as duas adolescentes italianas de 16 anos - Chiara (Benedetta Porcaroli) e Ludovica (Alice Pagani) - são atraídas pelo sexo em troca de dinheiro e de presentes para manter um estilo de vida caro e para descarregar a raiva que tem dos pais e amigos.

foto 7.jpg

Além das duas personagens principais, que são diretamente inspiradas no caso de 2014, também temos um leque de personagens coadjuvantes que ressaltam ainda mais as discussões sobre como os jovens se sentem solitários e sem rumo.

FOTO 8.jpg

Ponto positivo: a trilha sonora que ajuda a compor os cenários e a expressar as emoções dos personagens. Confira o trailer:



FONTE: Notícias da TV / interprete.me / Fotos Reprodução / Vídeo: Youtube

Milena.jpg

 Milena Baracat

Coluna Entretenimento

Coluna Esportes

Formada em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Atualmente presta assessoria ao Site Raquel Baracat.

São Paulo terá o primeiro cinema 4K da América do Sul - Coluna Entretenimento por Milena Baracat

A Samsung irá disponibilizar a Samsung Onyx, uma tela LED de cinema modular de 55 m² com 455 polegadas e resolução 4K para os cinemas Cinépolis, em São Paulo (a primeira da América do Sul).

foto 1.jpeg

A adoção de tela de LED e suporte à tecnologia HDR, por não depender de projetor (é basicamente um televisor grande), é uma ótima opção, pois a tela não é afetada pela luz ambiente, melhorando o contraste e evitando distorções. A tecnologia permite, inclusive, exibições em 3D. Além disso, é possível converter a área do projetor em um ambiente premium, ou instalar mais assentos.

foto 2.jpg

A Samsung Onyx já foi implementada em diversos países da Europa, Ásia e América do Norte (Estados Unidos e México), onde o objetivo é mostrar uma nova forma de curtir o cinema, dando ainda mais atratividade para os filmes.

samsung onyx

cinepolis

foto 3.jpg
foto 4.jpg

Embora a tecnologia esteja prometida para o início de 2019, ainda não há informações sobre datas exatas para as primeiras exibições em 4K no Brasil. Também não se sabe, até o momento, se os ingressos para a sala com a Samsung Onyx será mais caro que os demais.

Confira no vídeo abaixo, a apresentação da tela Onyx:

Fonte:  Samsung / Veja

Vídeo: Youtube

Fotos Reprodução Google

Milena.jpg

Milena Baracat

Coluna Entretenimento

Coluna Esportes

Formada em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Atualmente presta assessoria ao Site Raquel Baracat.

Casinha de cachorro sustentável tem até ventilador! Coluna Entretenimento por Milena Baracat

A empresa californiana, Studio Schicketanz, desenvolveu uma casinha de cachorro sustentável para expor no Concurso Carmel Canine Cottages, na Califórnia, para posteriormente ser leiloada para arrecadar fundos destinados à Sociedade para a Prevenção da Crueldade contra os Animais (SPCA).

foto 1.jpg

A “mansão” canina é 100% feita com materiais ecológicos e tem o objetivo de ser funcional e sustentável ao mesmo tempo. Possui teto verde com sistema de irrigação, ventilador movido a energia solar e um sistema de dreno interno, que fica embutido no chão e ajuda muito na hora da faxina.



foto 2.jpg
foto 3.jpg

(Foto Reprodução: o telhado verde possui um jato de água para refrescar o pet, além de um bebedouro conectado a este sistema, ou seja, nada de desperdício de água).

foto 4.jpg

(Foto Reprodução: detalhe do telhado verde. Além de deixar o design mais estiloso, serve principalmente como isolante térmico podendo refrescar a casinha do cão em até 3 graus Celsius no verão. Durante o inverno, o sistema mantêm a casa aquecida durante mais tempo.

foto 5.jpg
foto 6.jpg

(Foto Reprodução: tem janelinha para que os cachorros possam observar a vida lá fora e gaveta para os donos guardarem alguns objetos, como brinquedos e sacos de ração).

O Studio Schicketanz foi fundado pela arquiteta Mary Ann Gabriele Schicketanz. Um dos pilares da empresa é desenvolver projetos focados em sustentabilidade.

foto 7.jpg

Fonte e fotos: Studio Schicketanz

Milena.jpg

Milena Baracat

Coluna Entretenimento

Coluna Esportes

Formada em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Atualmente presta assessoria ao Site Raquel Baracat.

Bala “7 Belo” vira sorvete - Coluna Entretenimento por Milena Baracat

A Arcor do Brasil - empresa de alimentos que está entre as líderes brasileiras em doces -  em parceria com a LOS LOS - uma das marcas pioneiras no mercado de paletas no país - criaram o primeiro sorvete da famosa bala “7 Belo”: uma minipaleta de 65g, com o tradicional aroma de framboesa e base de leite.

foto 1.jpg

Uma experiência única de consumo: gostinho de infância em forma de paleta!

foto 2.png


Fonte: publicitarioscriativos.com / santaportal.com.br

Fotos Reprodução.

Milena.jpg

Milena Baracat

Coluna Entretenimento

Coluna Esportes

Formada em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Atualmente presta assessoria ao Site Raquel Baracat.

Restaurante aceita seguidores no Instagram como pagamento - Coluna Entretenimento por Milena Baracat

Imagina entrar em um restaurante e logo na entrada, em vez da tradicional placa de “aceita-se ticket”, tem a inusitada “aceita-se seguidores”?

foto 1.jpg

 Isso já é possível, mas só pra quem estiver em Milão, Itália, mais precisamente na via Lazzaro Papi, onde, recentemente, foi inaugurado um restaurante especializado em gastronomia japonesa, que aceita como método de pagamento o “número seguidores no Instagram”.

foto 2.jpg

Idealizado pelos irmãos e empresários Matteo e Tommaso Pittarello, que criaram em 2007 a rede “This is not a sushi bar” (hoje com seis lojas pela Itália), o novo restaurante oferece pratos e refeições gratuitamente de acordo com o número de seguidores que o cliente tiver no Instagram.

"Queremos que o cliente brinque conosco e se sinta parte do nosso projeto", disseram os empresários, em entrevista à imprensa italiana. O objetivo do empreendimento é atrair digital influencers de grande porte. "É claro que, para nós, o retorno será todo em publicidade. Recebemos o 'pagamento' com a visibilidade nas redes sociais", acrescentaram os irmãos.

foto 3.jpg

Na prática funciona assim: o cliente faz o pedido de um prato, tira uma foto no local e publica a imagem em sua conta no Instagram com #thisisnotasushibar e @thisisnotasushibar para ter direito a 1 ou mais pratos oferecidos, com base em seus seguidores.

De 1.000 a 5.000 seguidores obterão um prato grátis. De 5.000 a 10.000, conseguirão dois pratos grátis; de 10.000 a 50.000, quatro; de 50.000 a 100.000, oito, e os que tiverem mais de 100.000 seguidores, poderão comer de graça.

foto 4.jpg

“Hoje em dia os melhores patrocinadores estão nas redes sociais, principalmente no Instagram”, explicam os irmãos.

Sem dúvida que, com essa iniciativa, o restaurante terá uma grande visibilidade e tudo graças à publicidade dos próprios clientes.

 

Fotos Reprodução: This Is Not a Sushibar/Facebook

Milena.jpg

Milena Baracat

Coluna Entretenimento

Coluna Esportes

Formada em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Atualmente presta assessoria ao Site Raquel Baracat.

Momento coração está fortíssimo! Coluna Entretenimento por Milena Baracat

Brinco de coração não é nenhuma novidade, mas a estilista Alessandra Rich apresentou na sua coleção Primavera / Verão 2018 esse brinco de coração com strass e pérola, inspirado nos anos 80, que rapidamente se tornou tão famoso quanto seus vestidos elegantes.

foto 1.png

A primeira a chamar a atenção foi a modelo e DJ, Harley Viera-Newton, que usou um par combinado com um vestido Valentino no seu casamento.

foto 2.jpg
foto 3.jpg

(Harley Vieira-Newton. Foto Reprodução: Amanda Jasnowski Pascual/Vogue.com)

Depois, foi a vez de Caroline Daur (uma das bloggers e fashionistas mais influentes da Alemanha), da diretora de moda da Net-a-Porter, Lisa Aiken, e da Fundadora do blogue The Fashion Guitar, a holandesa Charlotte Groeneveld, adotarem o estilo brincalhão e cheio de brilho. Pronto! Começou assim a obsessão e ascensão ao status cult dos brincos de Alessandra Rich por toda a Europa.



foto 4.jpg

(Caroline Daur. Foto: Christian Vierig/Getty Images)

foto 5.jpg

(Charlotte Groeneveld. Foto: The Fashion Guitar)

foto 6.jpg

(Lisa Aiken.Foto: @LISA.AIKEN)

O coração de Alessandra fez tanto sucesso, que a inspirou a expandir seu repertório, como o cinto usado recentemente pela modelo escocesa, Emma Louise Connolly, no casamento da princesa Eugenie.



foto 7.jpg

Da Europa para o mundo! Pode apostar que não vai demorar para ser trend por aqui também. Confira alguns outros estilos de muitos designers que pegaram a onda do sucesso do coração, que vai desde uma versão estrutural até uma versão romântica e frisada. Escolha o seu:

foto 8.png
foto 9.png
foto 10.png

Fonte: luxurylondon / whowhatwear. / fashionista / pinterest

Milena.jpg

Milena Baracat

Coluna Entretenimento

Coluna Esportes

Formada em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Atualmente presta assessoria ao Site Raquel Baracat.

Etiqueta à mesa japonesa - Coluna Entretenimento por Milena Baracat

O jornal britânico, The Independent, pediu aos melhores chefes de cozinha japonesa apontarem os piores erros que se pode cometer no jeito de comer a culinária nipônica.

Algumas gafes, aliás, são muito recorrentes aqui no Brasil.

foto 1.png

(Foto Reprodução :blogdeclara. Restaurante DJAPA)

SUSHI/SASHIMI

O maior erro é a famosa “piscininha de shoyu”. Cheia de wasabi (raiz forte) diluída então, é a visão do apocalipse para o sushiman!

FOTO 2.jpg


O shoyu deve ser usado com parcimônia e o wasabi aplicado apenas sobre a peça a ser comida. O ideal é que no final da refeição, o pratinho de shoyu esteja tão limpo quanto antes de ser usado.


FOTO 3.jpg

 Quando for comer, molhe levemente o peixe do sushi no shoyu. J-A-M-A-I-S encharque o arroz com ele. Coloque de uma vez só na boca. Nada de morder no meio. Sushi não é coxinha!

BARCO PARA SUSHI

Os barcos para sushis vêm repletos de enfeites de pepinos, nabos e cenoura além de folhas de shissô intercalando fatias de peixe. Pode parecer só decorativo, mas há uma grande finalidade: eles ajudam a regularizar os índices de ácido úrico que a ingestão de peixes provoca no organismo, principalmente o pepino e o nabo. Já as folhas de shissô são alcalinizantes e possuem ação antisséptica, o que é bastante desejável em se tratando da ingestão de alimentos crus.

FOTO 4.jpg


HASHI

Já viu gente esfregando um hashi no outro após tirar da embalagem como se estivesse afiando uma faca? Isso também é horrível. Indica que você considera o hashi daquele restaurante de baixa qualidade.

FOTO 5.jpg

GENGIBRE (Gari)

O gari foi pensado para “purificar o paladar” entre um prato e outro, além de aguçar os sentidos para que o próximo alimento seja bem recebido pelo corpo.

FOTO 6.jpg

Ele serve tanto para auxiliar a digestão quanto para limpar o paladar, portanto, não se deve temperar o shoyu com ele ou comer junto com o sushi, como muitos fazem. Seu consumo deve ser feito puro e entre um prato e outro.

FOTO 7.jpg
FOTO 8.jpg

 Fotos Reprodução: Google. Fonte: The Independent / Sushi Locco

Milena.jpg

Milena Baracat

Coluna Entretenimento

Coluna Esportes

Formada em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Atualmente presta assessoria ao Site Raquel Baracat.