Arte em geral - Coluna Arte, Fotografia & Design por Mônica Fraga

Sempre que falamos de Arte, da pintura e escultura, especialmente, tendemos a pensar primeiro nos grandes pintores, pioneiros, os quais deixaram seu legado ao mundo. Realmente as suas obras influenciaram tudo o que veio depois, e ter contato com uma dessas obras é uma experiência realmente incrível.

Depois que iniciei meu curso de História da Arte, tenho voltado o olhar para nossos artistas, muitas vezes não reconhecidos ou lembrados.

O Brasil tem muitos talentos que vão desde a arquitetura, música, pintura, etc.

A arquitetura de Oscar Niemeyer é conhecida mundialmente, Tom Jobim fez com que a música brasileira fosse respeitada fora de nossas fronteiras, e muitos outros artistas também contribuíram para que a nossa arte fosse reconhecida fora...

Recentemente fui a uma exposição que está acontecendo na Pinakotheke em São Paulo – Estética de uma Amizade. Senti uma vontade enorme de permanecer por um tempo ali e aproveitar aquela sensação de admiração pelas obras ali expostas. Os artistas? Dois brasileiros, amigos, mestres da arte brasileira do século XX. Um pintor, Alfredo Volpi, e o outro escultor, Bruno Giorgi. Volpi conhecido por seus quadros retratando as bandeirinhas e os casarios, e Bruno Giorgi, autor das esculturas que tornaram Brasília uma cidade única.

Para fazer a escultura Meteoro, feita de mármore, o Bruno passou um ano em Carrara. Ela está localizada em frente ao Palácio do Itamaraty, em Brasília. A obra foi montada com cinco partes de uma esfera vazada, estilizada, significando os laços diplomáticos entre os cinco continentes. Segundo ele a dedicação, amor, simplicidade e humildade são fundamentais para a realização do seu trabalho.

meteoro2.jpg
Volpi.jpg

Conheça o que o Brasil tem de melhor!

 Visite a exposição! Vai até 25 de maio de 2019.

 

IMG_2928.jpg

Mônica Fraga

Arte, Fotografia & Design

Designer de Interiores pela Arquitec., Fotógrafa pelo Senac São Paulo. Atualmente faço um curso sobre História da Arte, em SP, com o crítico de Arte Rodrigo Naves. Instragram: @monicafraga monicabmfraga@gmail.com

 


 

Sobre música - Coluna Arte, Fotografia e Design de Mônica Fraga

Música definitivamente é uma das minhas escolhas favoritas em se tratando de arte.

Pentatonix.jpg

Música inspira, traz recordações, saudade, envolve e reúne pessoas!

Sabemos que a música estimula o aprendizado e tem o poder de despertar a criatividade infantil. Ela auxilia a criança no desenvolvimento de suas potencialidades, ajudando-a a usar o próprio corpo como meio de comunicação e expressão. A partir dela, podem-se alcançar diversos objetivos como: a melhoria da linguagem, da coordenação, da percepção auditiva, rítmica, do equilíbrio e, principalmente, da comunicação.

Recebi recentemente um convite para fazer um curso de Introdução à Arte Contemporânea através da Música. Já está na minha lista de “cursos imperdíveis”!

Como ouço música a maior parte do tempo, penso: será que os grandes artistas também se inspiravam através da música para produzir suas obras ou as produziam em silêncio?

No Grammy Awards desse ano, Michelle Obama fez um discurso absurdamente incrível: “Música nos ajuda a mostrar quem somos, nossa dignidade, tristezas e alegrias. Música sempre me ajudou a contar minha história, nos permite curar uns aos outros e nos mostra o que realmente importa, cada história, cada voz..”

Dizemos tanto através da música, nos abrimos e nos expressamos mais do que conseguiríamos falar de outra maneira...

Nesse contexto quero apresentar um grupo americano que faz da música uma verdadeira arte, e nesse arranjo contam a evolução da música ao longo dos anos.

Ganharam três Grammys. Fazem um show através das cordas vocais!  Enjoy!

Write here… 

300w.jpg


Mônica Fraga

Arte, Fotografia & Design

Designer de Interiores pela Arquitec., Fotógrafa pelo Senac São Paulo. Atualmente faço um curso sobre História da Arte, em SP, com o crítico de Arte Rodrigo Naves. Instragram: @monicafraga monicabmfraga@gmail.com

Sobre fotografias - Coluna Arte, Fotografia e Design de Monica Fraga

Ah, como eu amo fotografia...

sem título.jpg

Segundo Platon, “a câmera é uma ferramenta, é comunicação... o que importa é a história, a mensagem, o sentimento, a conexão. Uma mistura de simplicidade gráfica e poder da alma. Design.”                     

Tem um documentário sobre ele no Netflix (no Abstract!) que super indico. Ele fotografa grandes personalidades, e a maneira como ele pensa é inspiradora!

Cada fotógrafo tem um olhar diferente para a mesma coisa, cada um sente de uma maneira, e é exatamente isso a graça de tudo! Cada um tem um estilo, um conceito, que faz com que você ao ver determinada foto já saiba de quem é!

Minha fotografia é voltada para detalhes arquitetônicos. Quando vejo uma cena urbana tento captar um detalhe, valorizar um contraste.

Estou trabalhando em um ensaio fotográfico sobre portas. Por quê portas? Primeiro porque acho um elemento importante da arquitetura. Uma porta interessante valoriza qualquer fachada. Gosto ainda mais, porque imagino as possibilidades ao abrir aquela porta, o caminho que surge a partir daquele ponto...

Muitas vezes existem curiosidades e descobertas tão perto de nós, e nem imaginamos! Você sabia quem foi Hercules Florence?

A importância dele para fotografia foi enorme. Ele nasceu em Nice, na França em 1804 e veio para o Brasil em 1824. Foi um inventor, desenhista, polígrafo e pioneiro da fotografia franco-brasileiro. A ele é creditada a criação do termo phototographie, em 1833. Hercules chegou de modo empírico a algo muito perto do que hoje conhecemos como a fotografia moderna. A base era sobreposta aos cloretos dos metais e, em seguida, exposto à luz solar, produzindo uma imagem nítida como produto.

“Dei a essa arte o nome de Photographie, porque nela a luz desempenha o principal papel.”

 No Largo de São Benedito em Campinas tem um busto dele, e quantas vezes passei por ali e não poderia imaginar a importância daquele “campineiro” para uma das artes que mais me fascina!

O Brasil tem fotógrafos incríveis, e logo mais haverá a exposição “Pantanal Serra do Amolar” de Sebastião Salgado e Araquém Alcântara, de 6 a 26 de abril na Galeria Roberto Camasmie, em São Paulo. Imperdível. Coloque na agenda!

IMG_2928.jpg

Mônica Fraga

Arte, Fotografia & Design

Designer de Interiores pela Arquitec., Fotógrafa pelo Senac São Paulo. Atualmente faço um curso sobre História da Arte, em SP, com o crítico de Arte Rodrigo Naves. Instragram: @monicafraga monicabmfraga@gmail.com

 

 

 

 

 

Dicas de Exposição de arte por Monica Fraga - Coluna Arte, Fotografia e Design

Você também adora viajar?

O Pensador.jpg

Nada como descobrir um lugar novo, uma cultura diferente, novos sabores e cheiros...

Nas suas viagens, você inclui uma visita a um museu ou instituto de arte?

Você sabe da importância da arte? Segundo pesquisa da Singularity... as cinco áreas mais importantes para o futuro são: ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática!

Eu sempre gostei de visitar museus, conhecer e ver de perto obras de grandes artistas, que antes só via em livros. Isso faz parte da minha bagagem!  E a boa notícia é que você não precisa viajar para longe para ter acesso à arte, pois o Brasil tem acervos maravilhosos, e artistas incríveis bem perto de nós!

São Paulo tem muitos museus, galerias e institutos de arte, bem como espaços que promovem eventos artísticos e culturais. De cara, indico uma visita ao MASP, Pinacoteca e Instituto Moreira Salles para mergulhar nesse universo.

Algo que acho maravilhoso é a parceria entre museus, onde eles emprestam, ou melhor, compartilham suas obras para levar a arte a todas as pessoas. Afinal de que vale obter conhecimento se não é compartilhado? Se você não compartilha o que aprende, o conhecimento “morre” em você! Já pensou nisso?

Sendo assim, a Pinacoteca disponibilizará o acervo do escultor francês Auguste Rodin para a mostra que ocorrerá no Instituto CPFL, em Campinas, a partir do dia 20 de março até 29 de junho de 2019.

Para quem ainda não conhece o trabalho do Rodin, ele é considerado um dos artistas mais influentes do século 20, um dos mais importantes escultores em bronze de todos os tempos.

A escultura é uma arte que representa a imagem, e as obras de Rodin tem uma beleza, uma sensibilidade que nos leva à reflexão...

A minha obra favorita, que tive o privilégio de conhecer é “O Pensador”, de 1880.

Em Paris grande parte de suas obras estão expostas no Museu Rodin. Veja mais no site: www.musee-rodin.fr

Imperdível a visita lá e aqui, no Instituto CPFL.

Quem sabe nos encontramos por lá?!

 

Mônica Fraga

IMG_2928.jpg

Mônica Fraga

Arte, Fotografia & Design

Designer de Interiores pela Arquitec., Fotógrafa pelo Senac São Paulo. Atualmente faço um curso sobre História da Arte, em SP, com o crítico de Arte Rodrigo Naves. Instragram: @monicafraga monicabmfraga@gmail.com

Pela 1ª vez no interior, esculturas de Rodin serão expostas em Campinas

Exposição que trará acervo do escultor francês na Pinacoteca de São Paulo a Campinas começa dia 20 de março no Instituto CPFL

torso_do_790x505_14022019155922.jpg

Em parceria com a Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria da Cultura e Economia criativa do estado de São Paulo, o Instituto CPFL traz a Campinas a exposição "Figura e modernidade: Rodin no acervo da Pinacoteca de São Paulo". 

PUBLICIDADE

A mostra, de 20 de março a 29 de junho, exibe as obras do renomado artista francês pela primeira vez no interior paulista. 

A exposição reúne a coleção completa da Pinacoteca referente ao artista. Com curadoria de Valéria Piccoli, curadora-chefe do museu, o conjunto de dez esculturas originais e 76 fotografias documentais da vida do artista será exibido gratuitamente na Galeria de Arte do Instituto CPFL. 

QUEM É 

Auguste Rodin (1840-1917) é considerado um dos artistas mais influentes do século 20. "O Pensador", "O Beijo", "A Porta do Inferno", são algumas de suas famosas esculturas. Amante da fotografia, Rodin deixou um arquivo com 7 mil imagens, que permite seguir, passo a passo, a elaboração de suas esculturas, como a do "Monumento aos Burgueses de Calais" (1895) e "O Pensador" (1902). 

SERVIÇO 

Figura e Modernidade: Rodin no Acervo da Pinacoteca de São Paulo 
Data: De 20 de Março a 29 de Junho de 2019 
Local: Instituto CPFL (Rua Jorge Figueiredo Corrêa, 1.632, Chácara Primavera, Campinas) 
Telefone: (19) 3756-8000 
Horário de visitação: Segunda e terça, das 9h às 18h; quarta a sexta-feira, das 9h às 19h; sábado, das 10h às 16h 
Entrada gratuita 
Serviço Arte Educação: agendamento de visitas monitoradas podem ser feitas por e-mail monitoriainstitutocpfl@gmail.com ou pelo Telefone: (19) 3756-8000 
Mais informações: www.institutocpfl.org.br