A origem romântica do Parmegiana - Coluna Gastronomia por Chef Alê Lembo

Nessa última quarta-feira, dia 12 de junho, comemoramos o dia dos namorados e o aproveitando o clima romântico escolhi homenagear um prato que é a paixão da grande maioria: o Parmegiana.

Parmegiana Funcional.jpg

Mas você sabe a origem desse prato amado por nove entre dez brasileiros? Engana-se quem pensa que o parmegiana tem como origem a região de Parma, ao norte da Itália, como o nome parece sugerir. Afinal a região é conhecida por suas iguarias repletas de molho de tomate e muito queijo, esse prato é a cara da culinária italiana, tão adorada nas mais diversas partes do mundo.

Confesso que são muitas as explicações para a origem do prato, e ninguém pode dizer ao certo qual das histórias é a verdadeira. Suposições indicam que tudo pode ter começado na Rússia no período da Revolução Socialista. Naquela época, o país passava por uma grande crise e os cidadãos sofriam com os reflexos da instabilidade política e econômica, e a fome predominava.  Algumas famílias que ainda tinham um pouco de carne e queijo guardados, uniam ambos os ingredientes para uma receita simples e saborosa.

Acredita-se fortemente ter sido esta prática o início da propagação de uma receita que até hoje faz muito sucesso entre todas as nacionalidades. Agora, em homenagem ao dia 12 de junho, vamos à versão romântica da origem do nome desse prato delicioso e tão adorado.

Conta-se que um italiano apaixonado, depois de uma briga feia com sua amada, resolveu pedir desculpas com um jantar romântico. Como ele não estava em condições de pagar por um bom restaurante, tomou a decisão de preparar o jantar.  A escolha do prato principal foi a famosa refeição russa.

Para surpreender por completo a sua amada, o homem resolveu estampar o feito no jornal da cidade: “una bistecca per mia Giana”! E assim teria sido batizado o Parmegiana, que nos restaurantes está sempre acompanhado de arroz branco e batata frita.

Mas, você já sabe que por aqui, todos os pratos ganham roupagem funcional, sem perder as características e o sabor, porque você merece ter prazer ao se alimentar bem e extrair o melhor dos alimentos para o seu organismo.

Hoje o Parmegiana é de frango, empanado em uma farinha funcional, assado e acompanhado de um arroz de couve flor anti-inflamatório.  E que tal preparar esse prato especial em apenas 20 minutos?

Novamente, ao invés de divulgar a receita aqui na coluna, te convido a visitar o meu canal do YouTube: Chef Alê Lembo (https://www.youtube.com/chefalelembo).  



Lá eu vou te ensinar a preparar além do Parmegiana Funcional, inúmeras receitas deliciosas e práticas, fundamentadas na Gastronomia Funcional. Tudo sem glúten, sem lactose e isento de açúcar refinado, mas com muito sabor. Venha se encantar com a alimentação saudável e se inspirar a adotar um estilo de vida com receitas funcionais, low carb e veganas deliciosamente surpreendentes!

Aproveita para se inscrever no canal e não se esqueça de ativar as notificações!

 https://www.youtube.com/chefalelembo

foto+chef+Ale.jpg

Alê Lembo

Coluna Gastronomia

Alessandra Lembo Nogueira, a chef Alê, é cozinheira profissional e especialista em alta gastronomia pelo IGA Campinas, com curso de Cuisine pelo Le Cordon Bleu Paris. Trabalha como personal chef e é idealizadora e fundadora da marca Fit Me Saudável e Funcional, uma empresa especializada em produtos Fit, Low Carb e Veganos, sem glúten, sem lactose, livres de açúcar refinado e gordura trans.  Atua como chef consultora e com desenvolvimento de cardápios especializados e personalizados, ministra workshops em diversos locais da cidade de Campinas e regiã

 

 

 

 

 

 

 .

 

 

 

Boeuf Bourguignon, o confort food francês, de baixo carboidrato - Coluna Gastronomia por Chef Alê Lembo

 Com esse nome é claro que o Boeuf Bourguignon não poderia ter vindo de outro lugar senão a França, certo? Proveniente da Borgonha, região a leste do país, também famosa pelo coc au vin e a amada mostarda de Dijon, o prato é elaborado com carne de vaca, bacon, cebola, cogumelos e vinho tinto, cozido lentamente para o vinho saborizar todos os ingredientes.

Screenshot_20190526-193649.png

 É um prato tradicional e caseiro, com cara de domingo ou inverno. Uma confort food francesa que traz lembranças da infância e da avó. A ascensão à alta gastronomia veio pelas mãos do chef francês Auguste Escoffier, que popularizou e renovou os métodos tradicionais da culinária francesa. Desde então, é um prato que pela sua simplicidade de execução e complexidade aromática, representa o estilo de padrão da cozinha francesa.

 Nas Américas, a receita foi consagrada por Julia Child, uma dona de casa norte-americana que revolucionou o modo de cozinhar nos Estados Unidos, quando nos anos 40, mudou-se para Paris ao lado do marido, onde se apaixonou pela cozinha e estudou na Le Cordon Bleu. No seu livro a Arte da Culinária Francesa, ela descreve o Bouef Borguignon como: “Certamente um dos pratos mais deliciosos inventados pelo homem”.

 A receita original está perdida na história e até os dias de hoje, apresentou muitas variações, todas de longa cocção (em média de duas a três horas para finalizar) e pautadas na culinária tradicional.

 Pois eu fui além, e uni a gastronomia funcional a esse clássico francês, trazendo para o prato nutrientes e fitoquímicos com ações antioxidantes, mantendo as características de sabor, textura e beleza. Criei a versão funcional e de baixo carboidrato, que fica pronta em 20 minutos, acompanhada de um purê de couve flor divino!

 Você não acredita? Pois bem, hoje, ao invés de divulgar a receita aqui na coluna, te convido a visitar o meu canal do YouTube: Chef Alê Lembo. Lá eu vou te ensinar a preparar além do Bouef Borguignon Low Carb, receitas fundamentadas na gastronomia funcional, de forma prática, rápida e com ingredientes acessíveis. Tudo sem glúten, sem lactose e isento de açúcar refinado, mas com muito sabor. Venha se encantar com a alimentação saudável e se inspirar a adotar um estilo de vida com receitas funcionais, low carb e veganas deliciosamente surpreendentes!

 
Vídeos da Chef Alê Lembo no you tube disponíveis:

foto+chef+Ale.jpg

Alê Lembo

Coluna Gastronomia

Alessandra Lembo Nogueira, a chef Alê, é cozinheira profissional e especialista em alta gastronomia pelo IGA Campinas, com curso de Cuisine pelo Le Cordon Bleu Paris. Trabalha como personal chef e é idealizadora e fundadora da marca Fit Me Saudável e Funcional, uma empresa especializada em produtos Fit, Low Carb e Veganos, sem glúten, sem lactose, livres de açúcar refinado e gordura trans.  Atua como chef consultora e com desenvolvimento de cardápios especializados e personalizados, ministra workshops em diversos locais da cidade de Campinas e região.

 

Festival traz churrasqueiros ao Parque D. Pedro Shopping

Quem gosta de carne e boa música já pode anotar na agenda: dias 1 e 2 de junho, à tarde, o Parque D. Pedro Shopping vai receber o maior circuito de churrasco do País.

82.jpg

Festival Carnivoria terá 13 tipos de cortes e diferentes formas de preparo, cervejas artesanais, shows ao vivo e tudo em clima country, com muita segurança e conforto. Um búfalo espalmado inteiro do frigorífico CowPig promete ser uma das atrações especiais do evento feito em uma estrutura de gaiola por 15 horas. A entrada é gratuita e os pratos têm preços acessíveis, que vão de R$. 25,00 a R$ 35,00.

image001.png

O evento gastronômico ocupará o estacionamento em frente de Águas, entrada principal do mais completo centro de compras do Interior do Estado. O público terá à disposição mobiliário em estilo rústico, tenda de 900 m², equipe de apoio reforçada e dois trailers WChic completos. Os shows ficam por conta de The Brothers, Marcos Boi Trio, Texas Flood, O Bardo e o Banjo e Rock Express e a criançada pode se divertir na áreas kids.

SERVIÇO

Festival Carnivoria

Data: de 1º e 2 de junho

Local: Estacionamento em frente da Entrada de Águas 
Horário: Sábado, das 12h às 22h; domingo, das 12h às 20h

Entrada franca

Estacionamento: R$ 10 até 12 horas

Endereço: Av. Guilherme Campos, 500 - Campinas

Sobre o Parque D. Pedro Shopping

Inaugurado em março de 2002, o Parque D. Pedro Shopping é um empreendimento da Sonae Sierra Brasil, empresa especialista em shopping centers e uma das principais proprietárias, desenvolvedoras e administradoras do Brasil. A empresa detém 9 empreendimentos em operação e administra mais um shop

O Parque D. Pedro Shopping é o mais completo centro de compras, lazer, entretenimento, gastronomia e serviços da região de Campinas. Tem 124,6 mil m² de Área Bruta Locável (ABL) que concentra 394 operações, entre elas 32 lojas âncoras, 21 bares e restaurantes, 38 lojas de fast food, complexo de cinema com 15 salas (incluindo uma sala IMAX),  buffet infantil, centro de convenções e 8 mil vagas de estacionamento. Anualmente recebe 18,1 milhões de visitantes.

 Referência em sustentabilidade no setor foi o primeiro a receber certificação ambiental (ISO 14001). Adota desde sua construção políticas de preservação do meio ambiente, saúde e segurança ocupacional. 

 Atento às principais tendências de comportamento e consumo investe na interação digital com seus clientes. Entre as iniciativas lançadas estão o aplicativo do Parque D. Pedro, o Chega de Fila e o Consultor WhatsApp e o #CompraJunto.

 

Endereço: Av. Guilherme Campos, 500 - Campinas – SP

Informações: 4003-7740 - www.parquedpedro.com.br

Receita de Tartar de Avocado - Coluna Gastronomia por Chef Alê Lembo

Certamente você se deparou com a opção de Steak Tartar em menus de vários restaurantes, afinal, ele se difundiu por aqui e conquistou o paladar dos brasileiros.  

 Também conhecido por tartare, a receita tem origem atribuída aos tártaros, povo nômade da Ásia Central que vivia sobre os lombos de seus cavalos e ali armazenava mantimentos e os comia. Há existem registros da crença de que a força dos tártaros, liderados por Átila, rei dos Hunos, vinha da ingestão de carne crua, o que ajudou a difundir o prato. Durante o processo de expansão do império Huno, o steak tartare chegou a França e ganhou novos elementos, transformando a receita no que ela é hoje, a base de carne bovina magra crua, muito bem temperada.

A ideia do tartar é tão atraente, que a carne e seus temperos deram espaço para inúmeras variações, incluindo legumes, peixes e frutas, todos crus, agradando assim aos mais diversos paladares. E não limite um tartar a um molde circular. Embora essa seja a apresentação mais comum, ele pode ser servido de outras formas, incluindo essa sugestão.

 A receita do tartar de avocado ou abacate é uma opção de aperitivo rica em gorduras boas, prática, leve, linda, deliciosa e surpreendente!

tartar avocado.jpg

 Ingredientes:

 2 avocados

Suco de 1 limão

Sal rosa da Himalaia, cúrcuma, pimenta do reino e páprica picante a gosto

3 colheres de sopa de azeite extravirgem

½ cebola roxa

1 tomate médio

Chips de batata doce

Chips de couve kale para finalizar

 Modo de preparo: Corte os avocados ou o abacate em cubos pequenos, coloque-os em um bowl e tempere com sal rosa, pimenta do reino, cúrcuma e páprica picante a gosto. Acrescente o azeite e o suco de limão. Pique o tomate em cubos e a cebola em pedaços bem pequenos. Reserve.

 Montagem: Coloque uma colher de avocado ou abacate (escorra o líquido antes) sobre os chips de batata doce, e por cima acrescente um pouco de cebola roxa.  Em seguida, coloque uma colher de café de tomate picado e salpique uma pitada de sal rosa do Himalaia.

Finalize a montagem colocando um pouco de chips de kale (que você encontra em lojas de produtos naturais) sobre os tomates.

 Você pode alterar a montagem servindo em um prato, moldando o avocado com a ajuda de um aro e servindo os chips de batata doce ao redor.

 Nessa mesma receita, sugiro o acréscimo de salmão ou atum crus, em cubos misturados ao avocado e tomate, para uma entrada irresistível.

foto+chef+Ale.jpg

 Alê Lembo

Coluna Gastronomia

Alessandra Lembo Nogueira, a chef Alê, é cozinheira profissional e especialista em alta gastronomia pelo IGA Campinas, com curso de Cuisine pelo Le Cordon Bleu Paris. Trabalha como personal chef e é idealizadora e fundadora da marca Fit Me Saudável e Funcional, uma empresa especializada em produtos Fit, Low Carb e Veganos, sem glúten, sem lactose, livres de açúcar refinado e gordura trans.  Atua como chef consultora e com desenvolvimento de cardápios especializados e personalizados, ministra workshops em diversos locais da cidade de Campinas e região.

 

 

 

Receita de salada com hortaliças e legumes assados - Coluna Gastronomia por Chef Alê Lembo

Coma mais salada!

salad-2655893_960_720.jpg

 Você tem o hábito de ingerir um prato de salada nas refeições? Se a sua resposta foi “não”, eu te convido a comer mais salada! Sempre que você associa um prato de salada às refeições com carboidratos, por exemplo, você diminui a velocidade de absorção dos açúcares o que é ótimo para o emagrecimento e também para o controle de doenças como o diabetes.

O consumo diário de saladas faz com que o corpo se revista de altas doses de vitaminas, sais minerais e fibras, o que auxilia no bom funcionamento do organismo, além de proporcionar excelente hidratação, pois as folhas possuem alto teor de água.

Salada.jpg

E se você tem o perfil de somente consumir saladas com molhos, cuidado! Os industrializados podem ser grandes vilões, transformando o prato em uma bomba de sódio e gorduras. Na dúvida, na hora de temperar, dê preferência ao azeite e ao limão, uma vez que a fruta é rica em vitamina C, ajudando na absorção de ferro.

Em breve trarei diversas opções de molhos saudáveis, funcionais e deliciosos para tornar a sua salada mais atraente, mas hoje, vou te ensinar a montar uma salada incrível com hortaliças e legumes assados:

Ingredientes:

 Alface americana

Rúcula

Acelga

Ramos de Alecrim

Ramos de Tomilho

2 Beterrabas orgânicas em cubos

1 caixinha de chá de Tomate grape cortados ao meio

Azeite de oliva

Sal rosa do Himalaia a gosto

1 colher de sopa de vinagre balsâmico

3 colheres de sopa de néctar de coco ou melado ou agave

½ xícara de chá de amêndoas laminadas levemente tostadas em frigideira

Queijo de cabra em lascas

 

Higienize adequadamente as folhas, o tomate cereja e a beterraba. Descasque e corte a beterraba em pequenos cubos, disponha em uma assadeira e tempere com o sal, o azeite e o alecrim. Leve para o forno.

Corte os tomates ao meio e leve para assar com as folhas de tomilho, sal e azeite em outra forma. Ambos a 160/180° C por 30-40 minutos.

Seque as folhas verdes com o auxilio de uma centrifuga ou papel toalha e rasque com as mãos para que não murchem. Coloque-as em uma saladeira.

Distribua os legumes assados sobre as folhas, adicione pedaços de queijo de cabra e finalize colocando o néctar de coco, azeite de oliva e por último as castanhas. Sirva.

foto+chef+Ale.jpg

Alê Lembo

Coluna Gastronomia

Alessandra Lembo Nogueira, a chef Alê, é cozinheira profissional e especialista em alta gastronomia pelo IGA Campinas, com curso de Cuisine pelo Le Cordon Bleu Paris. Trabalha como personal chef e é idealizadora e fundadora da marca Fit Me Saudável e Funcional, uma empresa especializada em produtos Fit, Low Carb e Veganos, sem glúten, sem lactose, livres de açúcar refinado e gordura trans.  Atua como chef consultora e com desenvolvimento de cardápios especializados e personalizados, ministra workshops em diversos locais da cidade de Campinas e região.