13ª Campinas Restaurant Week celebra a gastronomia paulista

Maior festival gastronômico do país chega à cidade no próxima sexta, dia 11, com menus completos a preço fixo em mais de 40 restaurantes participantes

IMG_1649.jpg

Iniciando sua segunda temporada de 2019, a Restaurant Week chega à 13ª edição em Campinas entre os dias 11 de outubro a 03 de novembro, com mais de 40 restaurantes participantes. O evento tem como tema principal a “Gastronomia Paulista”, para enaltecer os sabores típicos do estado, desde a culinária cosmopolita da capital às tradições do interior e do litoral. 


Ainda nesta edição também haverá o lançamento  de uma grande novidade: a categoria SP Burger Gourmet, para representar a cultura dos hambúrgueres artesanais pelas principais hamburguerias da cidade. Serão dois tipos de menus a preço fixo, sendo entrada, prato principal e sobremesa por R$43,90 no almoço e R$54,90 no jantar, e, nas hamburguerias, o valor é de R$32,00  para um hambúrguer e um acompanhamento em ambos os períodos. 


Além de Campinas, Ribeirão Preto e a Baixada Santista também receberão o festival no mesmo período.  Já em São Paulo capital e grande São Paulo, o evento acontece entre 04 a 27 de Outubro. A expectativa é que essa seja a maior edição do Estado, totalizando 340 casas.


Este conjunto de eventos integra o calendário oficial do SP Gastronomia, projeto realizado pelo Governo do Estado de São Paulo que intitulou o mês de outubro como o mês da gastronomia. O programa é uma celebração da identidade, da potência e da diversidade da culinária do Estado de São Paulo, envolvendo produtores, chefs e restaurantes, com alto impacto na geração de renda e emprego, no estímulo ao turismo, no desenvolvimento da economia criativa e na construção de uma imagem positiva do Estado. 


Consolidada como um agente de transformação social, a Restaurant Week incentiva a prática do bem em todas as edições. Desta vez a doação de R$1 - acrescido no valor final da conta - será destinada ao Fundo Social de São Paulo, que promove cursos de capacitação profissional, com escola de gastronomia, para alunos em estado de vulnerabilidade social.


Harmonização com sobremesas  

Nesta edição, a Baileys, marca de creme de lîcor irlandês fará parte do festival, nos preparados harmonizados das sobremesas, em alguns restaurantes participantes, trazendo uma experiência única do menu.

Serviço

13ª Campinas Restaurant Week De 11 de outubro a 03 de novembro  Menu Restaurant Week: R$ 43,90 no almoço e R$ 54,90 no jantar SP Burger Gourmet: R$32 no almoço e jantar  Site: www.restaurantweek.com.br Redes Sociais: @restaurantweekbrasil

Você também ama chipa? - Coluna Gastronomia por Chef Alê Lembo

Chipa, biscoitão de queijo, cuñapé, chipá, pandeyuca, nas regiões brasileiras ou ao redor da América do Sul, não importa o nome dessa maravilha crocante em formato de ferradura. Aqui em casa ela é um super sucesso e meu filho sempre pede para levar de lanche na escola.

Screenshot_20191017-092019_2.png

Muito tradicional no Mato Grosso do Sul, a chipa ganhou variações da receita pelo Brasil, que muitas vezes pode parecer semelhante ao pão de queijo, mas tem as suas peculiaridades.

Conta-se que a chipa é uma invenção das missões jesuítas, juntando tradições indígenas a europeias. A tapioca que é um ingrediente nativo foi misturada a ovos, leite e queijo e manteiga, que foram introduções europeias trazidas pelos padres. A chipa teria surgido no Brasil na década de 1860, trazida por imigrantes paraguaios que fugiam da guerra e procuravam abrigo principalmente no Mato Grosso do Sul. 

Há quem defenda que o biscoito de queijo em formato de meia lua tem origem na celebração da sexta-feira Santa, quando, devido ao resguardo religioso, as mulheres preparavam uma grande quantidade de Chipa na véspera para ser consumida no dia seguinte.

Independentemente da origem, o fato é que ela é muito amada e prática para ser feita em casa, seguindo o passo a passo da minha receita de hoje. E é claro que ela tem um toque funcional né? Acrescentei semente de chia, que é um super alimento, rica em antioxidantes, cálcio, fibras, proteínas, ômega 3 e ômega 6.

Lembrando que essa receita deliciosa também é sem gluten e sem lactose. O resultado? Uma chipa crocante por fora e macia por dentro!!!

Screenshot_20191017-092028_2.png


Ingredientes:

2 ovos

2 colheres de sopa de requeijão ou cream cheese sem lactose

100g de queijo minas padrão sem lactose ralado

1/2 xícara de azeite

2 colheres de sopa de semente de chia

2 xícaras de polvilho doce

1 xícara de polvilho azedo

1 e 1/2 colher de café de sal

1/3 de xícara de água morna ou leite sem lactose



Modo de preparo: Misture os líquidos e vá acrescentando os polvilhos. Coloque a mão na massa e amasse até desgrudar das mãos (se necessário acrescente mais polvilho azedo). Modele em formato de ferradura e leve para assar em forno pré-aquecido por 30 minutos.


Se quiser congelar, após modelar acomode em uma forma retangular e leve ao freezer por pelo menos 30 minutos. Após congelado, retire da assadeira, coloque em um saco hermético e guarde novamente, por até 3 meses.

foto+chef+Ale.jpg

Alê Lembo

Coluna Gastronomia

Alessandra Lembo Nogueira, a chef Alê, é cozinheira profissional e especialista em alta gastronomia pelo IGA Campinas, com curso de Cuisine pelo Le Cordon Bleu Paris. Trabalha como personal chef e é idealizadora e fundadora da marca Fit Me Saudável e Funcional, uma empresa especializada em produtos Fit, Low Carb e Veganos, sem glúten, sem lactose, livres de açúcar refinado e gordura trans.  Atua como chef consultora e com desenvolvimento de cardápios especializados e personalizados, ministra workshops em diversos locais da cidade de Campinas e região.

 

 

 

 

Galleria Shopping recebe festival “Feito em São Paulo”

Etapa de evento que irá eleger as delícias de todo o Estado será realizada no estacionamento

 do empreendimento no domingo, dia 13, das 17h às 22h

unnamed (1).jpg

O Galleria Shopping recebe neste domingo, 13 de outubro, a etapa regional da primeira edição do festival “Feito em São Paulo”, que durante este mês vai eleger as delícias emblemáticas das 16 macrorregiões de todo o Estado de São Paulo. O público poderá consumir as receitas locais participantes da disputa e ainda participar de uma programação especial com som de DJ, aula show de gastronomia e apresentação de banda.

O “Feito em São Paulo” será realizado no estacionamento do Galleria, em frente à loja Starbucks, das 17h às 22h, com entrada gratuita. O evento integra o calendário do SP Gastronomia, programa realizado pelo Governo do Estado de São Paulo para potencializar o setor, e tem apoio das Secretarias de Cultura e Economia Criativa, Desenvolvimento Regional, Agricultura e Turismo. 

Na etapa de Campinas, serão selecionados dois pratos e dois produtos por um novo júri e também pelo voto popular. Além dos sabores e aromas, o público poderá ainda conferir a aula show da chef convidada Juliana Amorim, do restaurante Ecully, com sua receita de picadinho de cogumelos com bananinha brulée e ovo pochê e assistir ao show de MPB com Sérgio Vinci.

Para participar da competição, os interessados fizeram suas inscrições e passaram por avaliação de um júri especializado. A macrorregião de Campinas recebeu 13 inscrições de restaurantes e 13 de produtores. 

O júri escolheu quatro receitas e quatro produtos. Participarão da fase regional as receitas dos seguintes restaurantes: Casa Bela Restaurante, de Holambra (croquete holandês); Rei do Cupim, de Rio Claro (cupim na cachaça); Da Roça, de Brotas (frangolone); La Reina, de Bragança Paulista (sinhazinha de Bragança).  Produtos: linguiça artesanal Real Bragança, de Bragança Paulista; fubá de milho no moinho de pedra, do Sítio Nelson Guerreiro, de Brotas; lombo no azeite, da Vecchia Emilia, de Elias Fausto;  sorvete orgânico e vegano de amora, do La Naturelle, de Itupeva. Os pratos serão vendidos a preços que variam entre R$ 15,00 e R$ 25,00.

As iguarias vencedoras representarão a cidade em um grande evento gastronômico no dia 24 de outubro, no Memorial da América Latina, em São Paulo.

“Estamos muito felizes em sediar este evento que irá valorizar a gastronomia regional. Além de contribuir na escolha pelos melhores pratos, nossos clientes poderão se divertir com boa música e boa comida, tornando a visita ao shopping ainda mais interessante”, afirma a supervisora de marketing do Galleria Shopping, Carolina Albuquerque.

Na fase local, o “Feito em São Paulo” é realizado com o apoio da Prefeitura de Campinas, por meio das secretarias de Cultura e de Desenvolvimento Econômico, Social e Turismo.

Programação

17h - Início do evento, com venda dos pratos e produtos e início das apresentações dos DJs Turn X Mitsuname

17h30 – aula técnica

18h30 – aula show com a chef convidada, Juliana Amorim, do Ecully (no Palco Central, localizado no primeiro piso do shopping)

20h - show de MPB com Sergio Vinci

20h45 - anúncio dos selecionados

22h - término do evento

 

Serviço

Festival “Feito em São Paulo” – etapa Campinas

Quando: 13 de outubro, domingo

Horário: das 17h às 22h

Onde: estacionamento do Galleria Shopping; a aula show será realizada no Palco Central, localizado no primeiro piso do shopping (Rod. D. Pedro I, km 131,5, Jardim Nilópolis, Campinas, SP)

Entrada gratuita

www.galleriashopping.com.br

 

Sobre o Galleria Shopping - Com arquitetura diferenciada e um ambiente paisagístico que valoriza as áreas livres e arborizadas, o Galleria Shopping foi responsável por introduzir no país o conceito de lifestyle, principalmente por seguir o estilo de um open mall. O empreendimento, que pertence à Iguatemi Empresa de Shopping Centers, destaca-se como um dos mais sofisticados centros de compras do país e apresenta um mix de operações completo formado por lojas especializadas em moda e acessórios, além de opções de gastronomia, serviços, lazer e entretenimento. Adicionalmente, o shopping faz parte de um complexo multiuso e oferece conforto e conveniência para os clientes.

 


André Chachá assume comando do Simetria Restaurante

Chef tem vivência internacional e chega para inovar a gastronomia da casa

unnamed.jpg

Simetria Restaurante, localizado no Royal Palm Tower Indaiatuba, passa a contar com um novo nome no comando de sua cozinha. O renomado chef André Chachá, que traz em sua bagagem experiências internacionais e também a vivência na gastronomia do próprio grupo Royal Palm Hotels & Resorts, acaba de chegar à casa e passa a assinar o buffet e pratos do restaurante.

Chachá é formado em Gastronomia pela Universidade de São Francisco e passou alguns meses atuando no Regis et Jacques Marcon Restaurant, na França, que possui três estrelas de acordo com o Guia Michelin. Ao retornar ao Brasil, Chachá dedicou a sua carreira ao grupo Royal Palm Hotels & Resorts, onde atua desde 2007. Ele passou pelas cozinhas do Royal Palm Plaza, do Royal Palm Residence, do Royal Palm Tower Carlos Gomes e atuava como sub-chef no Royal Palm Hall.

“Foi uma grande surpresa para mim assumir o desafio de comandar o Simetria. Como tive uma vivência internacional e aprendi muito sobre as técnicas e métodos da cozinha de um restaurante 3 estrelas do Guia Michelin, vou aplicar esse conhecimento aqui no Tower Indaiatuba para manter o padrão dos restaurantes do grupo”, comenta o novo chef André Chachá.

O Simetria continua atendendo no mesmo formado. De segunda à sexta, durante o almoço e o jantar, hóspedes e clientes podem se deliciar com as variadas opções do buffet de salada, prato principal e sobremesa. Já, aos finais de semana, os visitantes podem conhecer o Simetria Weekend, que consiste em um almoço com a tradicional Feijoada do grupo servida no sábado e, no domingo, um Buffet Italiano completo.

 

Sobre o Simetria Restaurante

Localizado nas dependências do Royal Palm Tower Indaiatuba, o Simetria Restaurante traz um buffet completo com o melhor da cozinha contemporânea para os hóspedes do hotel, clientes e visitantes. A casa serve diariamente um saboroso café da manhã, além do almoço e jantar com opções de carnes, aves, peixes, massas, legumes, saladas e sobremesas. Nos almoços de sábado, o Simetria Restaurante oferece a tradicional feijoada do grupo Royal Palm Hotels & Resorts.

Reservas e informações: (19) 2117-6615

Visite: http://royalpalm.com.br/royal-palm-tower-indaiatuba/gastronomia/

@simetriarestaurante

O truque do protocolo real que evita que Isabel II seja envenenada

Documentário revela os códigos usados entre a rainha e os chef's ao serviço da monarquia britânica.

img_800x533$2019_07_10_16_05_15_868197.jpg

Grande parte da vida pública da rainha Isabel II passa por banquetes e almoços ou jantares reais com um número extenso de convidados, cenário que podia ser visto como o ideal para um ataque à monarca britânica. O Palácio de Buckingham não descura a segurança da monarca em nenhum momento e, como tal, foi criado um protocolo de segurança para evitar que a rainha seja envenenada.

Segundo o documentário Segredos da Cozinha Real, citado pela imprensa britânica, para evitar que a monarca seja envenenada o prato que será servido a Isabel II é escolhido ao acaso entre todos os que estão prontos para serem servidos. Desta maneira, é impossível saber qual acabará colocado em frente à rainha, a não ser que se optasse por um envenenamento em massa. 

A comunicação entre a equipa do chef e a monarca também se baseia em códigos: "se for jantar fora, a rainha risca a página; se tiver convidados, acrescenta traços consoante o número de pessoas que vai receber".

Fonte: https://www.cmjornal.pt/mundo/amp/o-truque-do-protocolo-real-que-evita-que-isabel-ii-seja-envenenada

O chef Darren McGrady, que trabalhou para a rainha Isabel II, revelou que é a monarca que escolhe os menus que são servidos no palácio. O chef em funções, explicou McGrady, apresenta ideias para três dias - de modo a dar tempo de preparação - e as sugestões são depois levadas à monarca. "A rainha risca as opções que não quer ver servidas", relatou. Uma coisa é certa: seja qual for a escolha, não vai ter alho, nem muita cebola. 

O documentário revela também que a rainha prefere comida tradicional inglesa e francesa, enquanto o Príncipe Filipe é mais experimental. Além disso, quando faz as refeições em casa, Isabel II gosta de comer a ver televisão.