Vacina contra gripe - cães também podem e devem tomar - Coluna Vida de Bicho por Isadora dos Reis Casline

Nesse frio cortante, muita gente tem me perguntado se assim como nós, os cães também podem tomar vacina contra gripe. Sim, já há muitos anos há disponível no mercado vacinas contra a gripe canina, que é transmitida por diferentes patógenos, mas que possui sintomas semelhantes a nossa gripe e se não cuidada, também pode levar a quadros piores, como uma pneumonia.

A vacinação contra a gripe canina pode começar ainda com seu animal filhote, podendo ser dada juntamente com a vacina v10 ou v8, sendo aplicada em duas doses, com diferença de um mês cada uma. Após a fase adulta, ela deverá ser repetida anualmente. Principalmente em animais que tem acesso constante a rua.

Não deixe de perguntar ao seu veterinário sobre essa vacina, se o seu cãozinho não tomou. Assim como nos humanos , a gripe canina também se propaga com muito mais facilidade em épocas frias.

Para mais dúvidas, deixe um comentário, ou entra na fan page Na casa do bicho- Isa Casline Veterinária.

Isadora dos Reis

Coluna Vida de Bicho

Formada em dezembro de 2001, pela Fundação de Ensino Octavio Bastos, em São João da Boa Vista. Especialização em clinica medica de pequenos animais e dermatologia veterinaria. Área de clinica médica e atendimentos personalizados em domicílio na zona norte  e central de São Paulo e também em Guarulhos.Contato: isacasline@gmail.com

Sabia que seu cãozinho também pode ter gripe - Coluna Vida de bicho por Isadora dos Reis Casline

Esse outono está prometendo ser bem friozinho e é nessa época que costuma aparecer uma certa patologia chatinha para os nossos amigos caninos. Gatinhos também apresentam uma doença parecida com gripe, mas falarei disso num próximo post.

A gripe canina que é também conhecida como tosse dos canis é uma patologia que acomete  basicamente cães. Muitas pessoas pensam que por estarem gripadas, transmitiram o vírus para os seus animais, ou vice versa e isso não é verdade.

A tosse dos canis é causada principalmente por três agentes infecciosos, uma bactéria de nome Bordetella bronchiseptica e dois vírus, Parainfluenza e Adenovírus, agindo de forma isolada ou em combinação.

Um dos principais sintomas é o aparecimento de uma tosse seca, contínua, por isso muitas vezes a queixa que o proprietário faz é de que parece que o animal está engasgado. Podem aparecer ainda coriza nasal e ocular, espirros e febre.  A doença deve ser tratada logo no começo pois pode levar à uma pneumonia.

Animais debilitados , idosos e filhotes tem mais predisposição ao contágio.Pode ser adquirida por uma animal sadio em contato com um doente através  de espirros ou da tosse. É chamada justamente de tosse dos canis por ter alto índice de contato em animais que permanecem juntos em canis, pet shops, lojas de vendas de animais.

Existem vacinas já há muito tempo para a imunização, sendo aplicadas logo quando o animal é filhote. A revacinação deve ser feita anual.

O tratamento , no entanto, quando o animal já apresenta os sintomas e está no início costuma ser simples, utilizando-se de xaropes, antibióticos e antiinflamatórios para conter a tosse, pois a traquéia costuma ficar bem inflamada. Claro que um animal com gripe, não deve ser exposto ao vento, chuva ou umidade.Deve ficar fechado e protegido .

A doença pode aparecer em qualquer época do ano, porém tem mais prevalência nos meses frios, onde os cuidados devem ser maiores.

Para se ter o certo diagnóstico da doença, o proprietário deve sempre procurar a orientação do médico veterinário, já que muitas vezes as pessoas confundem a tosse da gripe canina com a tosse de um animal cardiopata e o que se acha que pode ser só uma gripe, acaba sendo algo mais sério.

Para mais informações, me escreva aqui no blog ou na fan page Isa Casline Veterinária.

Isadora dos Reis

Coluna Vida de Bicho

Formada em dezembro de 2001, pela Fundação de Ensino Octavio Bastos, em São João da Boa Vista. Especialização em clinica medica de pequenos animais e dermatologia veterinaria. Área de clinica médica e atendimentos personalizados em domicílio na zona norte  e central de São Paulo e também em Guarulhos.Contato: isacasline@gmail.com

 

 

 

Sabia que seu cãozinho também pode ter gripe? Coluna vida de bicho por Isadora dos Reis Casline

 

Esse outono está prometendo ser bem friozinho e é nessa época que costuma aparecer uma certa patologia chatinha para os nossos amigos caninos. Gatinhos também apresentam uma doença parecida com gripe, mas falarei disso num próximo post.

A gripe canina que é também conhecida como tosse dos canis é uma patologia que acomete  basicamente cães. Muitas pessoas pensam que por estarem gripadas, transmitiram o vírus para os seus animais, ou vice versa e isso não é verdade.

A tosse dos canis é causada principalmente por três agentes infecciosos, uma bactéria de nome Bordetella bronchiseptica e dois vírus, Parainfluenza e Adenovírus, agindo de forma isolada ou em combinação.

Um dos principais sintomas é o aparecimento de uma tosse seca, contínua, por isso muitas vezes a queixa que o proprietário faz é de que parece que o animal está engasgado. Podem aparecer ainda coriza nasal e ocular, espirros e febre.  A doença deve ser tratada logo no começo pois pode levar à uma pneumonia.

Animais debilitados , idosos e filhotes tem mais predisposição ao contágio.Pode ser adquirida por uma animal sadio em contato com um doente através  de espirros ou da tosse. É chamada justamente de tosse dos canis por ter alto índice de contato em animais que permanecem juntos em canis, pet shops, lojas de vendas de animais.

Existem vacinas já há muito tempo para a imunização, sendo aplicadas logo quando o animal é filhote. A revacinação deve ser feita anual.

O tratamento , no entanto, quando o animal já apresenta os sintomas e está no início costuma ser simples, utilizando-se de xaropes, antibióticos e antiinflamatórios para conter a tosse, pois a traquéia costuma ficar bem inflamada. Claro que um animal com gripe, não deve ser exposto ao vento, chuva ou umidade.Deve ficar fechado e protegido .

A doença pode aparecer em qualquer época do ano, porém tem mais prevalência nos meses frios, onde os cuidados devem ser maiores.

Para se ter o certo diagnóstico da doença, o proprietário deve sempre procurar a orientação do médico veterinário, já que muitas vezes as pessoas confundem a tosse da gripe canina com a tosse de um animal cardiopata e o que se acha que pode ser só uma gripe, acaba sendo algo mais sério.

Para mais informações, me escreva aqui no blog ou na fan page Isa Casline Veterinária.

Isadora dos Reis

Formada em dezembro de 2001, pela Fundação de Ensino Octavio Bastos, em São João da Boa Vista. Especialização em clinica medica de pequenos animais e dermatologia veterinaria. Área de clinica médica e atendimentos personalizados em domicílio na zona norte  e central de São Paulo e também em Guarulhos.Contato: isacasline@gmail.com