Em Paris, livraria dá adeus a estoque e imprime livros na hora

Livrarias têm aquele cheiro específico de livros exalando das prateleiras. Caminhar entre eles é um ritual para muita gente. Mas todo esse ambiente custa caro: o aluguel do espaço geralmente é pesado demais para a quantidade de livros vendida.

lalivrairie_okay.jpg

Foi o que aconteceu com a Les Puf, a Publicadora Universitária da França, que tinha uma loja tradicional no centro de Paris. Com a especulação imobiliária e a queda nas vendas, ela fechou - mas voltou esse ano com uma proposta totalmente nova: uma livraria que imprime na hora o livro de acordo com o interesse do cliente.

espressobook_640x361.jpg

Quem visita a Les Puf escolhe as opções do catálogo em um tablet: são 5 mil títulos e outros 3 milhões disponibilizados pela empresa americana que criou a impressora portátil de livros, a On Demand Books.

Uma vez que o livro é selecionado, a Espresso Book Machine puxa o PDF original do volume, imprime, cola e encapa o título com uma qualidade impressionante. O nome da impressora é inspirado no cafézinho italiano, uma vez que ela leva o mesmo tempo para aprontar o livro que o cliente para tomar seu café. 

A máquina já foi adotada por diversas bibliotecas e livrarias universitárias no mundo todo - de Nova York a Alexandria, no Egito - e também por lojas tradicionais, como a Barnes and Noble, nos Estados Unidos.

Com isso, a livraria pode escolher não ter livros em estoque. A Les Puf mantem só um mostruário. Caem tanto os custos com distribuição quanto o aluguel: a livraria ocupa um espaço de menos de 80 m² e vende cerca de 40 livros por dia. Por conta da legislação francesa, a loja também consegue cobrar o mesmo preço pelo volume impresso na hora do que cobraria uma livraria tradicional.

Se você já está com saudade dos corredores de prateleiras, o novo modelo tem uma enorme vantagem para os leitores: ele torna possível a impressão de livros raros, que já saíram de estoque. São títulos inviáveis economicamente para lojas normais, porque só vendem, no máximo, 10 edições por ano. A própria Les Puf vai trazer de volta 2 mil livros esgotados para o seu catálogo.

Com o novo negócio, a Les Puf se tornou um mix de todos os nichos da indústria de livros: é publicadora, gráfica, distribuidora e livraria ao mesmo tempo. E tudo isso sem que o leitor precise perder a magia de ler um livro físico. Dá até para imaginar que o cheiro de livro novo fique ainda mais forte. Afinal, ele acabou de sair do forno.

Fonte: https://www.saopaulosao.com.br/negocios/1844-em-paris-livraria-da-adeus-a-estoque-e-imprime-livros-na-hora.html?fbclid=IwAR2zJ-AMgPRv_BZibbFJyPU0kb9O6Zc9neM0ghObWAiJ3QR0Da9Zt6pFueg

Blogueira brasileira desfila com honra máxima durante a Semana de Alta-Costura

Camila Coelho fechou a passarela vestida de noiva

2445112-vestida-de-noiva-camila-coelho-fechou-o-950x0-3.jpg
images.gif

Durante a Semana de Alta-Costura de Paris, que começou nesta segunda-feira, 21, a blogueira Camila Coelho recebeu uma das maiores honras de um desfile de moda: ser a última modelo a desfilar pela passarela, usando o vestido de noiva da grife. Camila participou do desfile da Ralph & Russo e foi a primeira influencer a fazer parte de um casting da marca.

1516642410970.jpg

O vestido usado pela blogueira foi um tomara que caia, com decote em formato de coração, feito de seda e cetim. A saia supervolumosa da peça possui efeito 3D, com o bordado de flores feito a mão. Foram 100 mil cristais incrustados no vestido, que levou mais de 200 horas para ser finalizado, de acordo com a Vogue Brasil. 

 

cocc81pia-de-22221072_2074523759446581_549214759677853696_n.jpg

"O alcance digital e as mídias sociais são cruciais na indústria luxuosa de hoje e, como marca, consideramos as influenciadoras como relações integrantes a serem valorizadas”, explicou Tamara Ralph, diretora criativa da marca. “Estamos muito empolgados em trabalhar com Camila Coelho nesta temporada. Ela é uma verdadeira líder em seu campo e realmente encarna a mulher Ralph & Russo - não poderíamos desejado uma noiva melhor nesta temporada ". Camila já havia usado um vestido da Alta-Costura da grife, durante o casamento de Marina Ruy Barbosa

Gossip Girl de verdade: os looks do Baile de Debutantes em Paris

Ava Phillippe, filha da atriz Reese Witherspoon, foi apresentada à sociedade em um baile de debutante digno de princesa!

Por Isabella Massoud

Lembra quando em Gossip Girl as meninas eram apresentadas à sociedade com uma festa de debutante, bem digna de princesa? Então, esse baile aconteceu de verdade no último sábado (25/11)! Em Paris, o evento tem o nome de Le Bal des Débutantes e acontece para apresentar adolescentes famosos para o mundo, desde 1992. Este ano, a filha da atriz Reese Witherspoon, Ava Phillippe, 18 anos, foi uma das 20 debutantes. E os looks eram lindos!

Ava usou um vestido dourado, rodado, com mangas longas e vibes bem de princesa. A peça foi desenhada pelo designer italiano Giambattista Valli. Depois, ela dançou a primeira valsa com o Marajá do Jaipur, Padmanabh Singh, um jogador de polo, amigo do Príncipe William. Para tudo ficar ainda mais perfeito, a música escolhida é do filme La La Land. Awnnn!

As outras adolescentes também estavam com vestidos maravilhosos. Maria Pia de Orleans e Bragança de Jong chamou atenção com um modelo em degradê, com bordados em cristais que foi feito por Sandro Barros, o estilista brasileiro que fez um dos vestidos de noiva da Marina Ruy Barbosa. Todos o vestido foi feito à mão, desde a costura até o tingimento. Maria Pia tem 17 anos e é filha da princesa brasileira da casa real (um título que não vale mais nos dias de hoje).

E a integrante da Família Real Portuguesa: Amina de Martínez de Irujo y Casanova, neta da duquesa de Alba, fez seu debut com seu irmão gêmeo, Luis. O vestido escolhido por ela é mais clássico, com vários bordados em azul, feito pelo estilista Zuhair Murad. 

Fonte: https://capricho.abril.com.br/moda/gossip-girl-de-verdade-os-looks-do-baile-de-debutantes-em-paris/

Dia dos Namorados Iguatemi Campinas presenteia clientes com bombons e promove ação interativa “Ponte dos Apaixonados”

De 1 a 14 de junho, R$ 350,00 em notas fiscais valem duas caixas de bombons;

casais poderão colocar cadeados “de amor eterno” em ponte cenográfica

O Dia dos Namorados será ainda mais especial no Iguatemi Campinas. De 1 a 14 de junho, além de presentear os clientes com caixas de bombons recheados Cacau Show, o shopping apostará no romantismo e promoverá a ação Ponte dos Apaixonados, incentivando que os casais gravem seus nomes em cadeados e os coloquem em uma ponte cenográfica. Segundo a lenda,o amor das pessoas que gravam os nomes em cadeados dura para sempre.

“Queremos irradiar ainda mais o romantismo dessa época do ano e promover uma divertida brincadeira entre os casais”, explica a gerente de marketing do Iguatemi Campinas, Renata Albuquerque.

Para participar da Promoção Compre e Ganhe Especial Dia dos Namorados, os clientes deverão trocar suas notas fiscais de compras das lojas participantes no posto de troca instalado no primeiro piso do shopping, em frente à loja Ben &Jerry's. Com R$ 350,00 em compras, os clientes ganham duas caixas de bombons recheados de doce de leite Cacau Show (um brinde por CPF durante todo o período). A promoção começa no dia 1º e segue até o dia 14 ou até o término dos estoques.

“Desta vez, nosso presente será em dobro: uma caixa de chocolate para quem fez compras no shopping e outra para a pessoa amada”,acrescenta Renata.

Inspirada na a Pont des Arts, em Paris, que até recentemente contava com milhares de cadeados amarrados em suas laterais, como símbolo do amor eterno dos visitantes que por ali passavam, a Ponte dos Apaixonados do Iguatemi Campinas será instalada no segundo piso do shopping, próximo à loja FOM.

Sobre o Iguatemi Campinas - O Shopping Center Iguatemi Campinas foi o primeiro shopping do Brasil construído fora das grandes capitais e tornou-se o melhor complexo de uso misto do interior de São Paulo.  Segundo shopping da Iguatemi Empresa de Shopping Centers e maior complexo da rede, são 356 lojas com diversas opções de moda – marcas nacionais e internacionais –, gastronomia, casa/decoração, tecnologia, cultura e lazer.  Com um ambiente agradável e pensado nos mínimos detalhes, o empreendimento proporciona conforto e conveniência para seus clientes em um único lugar.

No verão é tempo de jazz em Paris - segue a dica de festivais

Não é de hoje que Paris foi tomada – no bom sentido – pelos bares de Jazz. A história nos remete ao período entre guerras, mas foi sobretudo após a Segunda Guerra Mundial que diversos músicos americanos vieram para Paris e começaram a construir essa história de amor que já dura mais de meio século. Hoje, Paris respira Jazz, especialmente no verão, época em que é possível assistir shows ao ar livre, aproveitando muito do que a cidade oferece.

Neste ano a foi aberta com Festival de Jazz de Saint-Germain-des-prés, que acabou no ultimo dia 25. O próximo grande evento começa no próximo final de semana e dura praticamente 2 meses.

O Festival de Jazz de Paris prevê uma intensa programação no Parc Floral. São 8 finais de semana e 31 shows tendo como pano de fundo o imenso jardim, repleto de flores e árvores das mais diversas espécies. Um cenário perfeito para se jogar na grama, fazer piquenique e curtir a música tranquilamente. Para este 22a edição, esperando ainda mais do que os 100 mil visitantes atingidos no ano passado, o festival inova e homenageia 4 grandes cidades do mundo – Londres, Roma, New York e Bamako – estimulando assim um verdadeiro intercâmbio cultural através da música. Para a programação completa, o site oficial explica tudo certinho, e está organizado por mês e final de semana

E onde mais ouvir Jazz em Paris? Veja nossa seleção e aproveite o verão em Paris!

Rue des Lombards

Duc des Lombards – 43 bis, Boulevard de Sébastopol; metrô Châtelet. A mais famosa casa de jazz de Paris, numa das ruas mais “musicais”da cidade. O restaurante não é sofisticado, mas  é gostoso e vale pelo programa. Jam Session todas as sextas e sábados (entrada gratuita, mas com consumação). Às segundas, às 19h, também há shows com entrada gratuita e transmissão ao vivo para a TSF Rádio.

Sunset-Sunside – 60, Rue des Lombards; metrô Châtelet. Praticamente vizinho do Duc des Lombards. Com uma agenda bem carregada, tem ambiente bem mais despojado que o Duc des Lombards.

Le Baiser Salé –  58, Rue des Lombards; metrô Châtelet. Vizinho das duas casas acima, faz mais o estilo despojado do Sunset e tem um bar bem “sympa” para tomar uma antes do show.

No coração de Saint-Michel

Le caveau de la Huchette – 5, rue de la Huchette; metrô Saint-Michel/linha 4. Localizado no coração do Quartier Latin e a poucos metros da Notre-Dame, este bar cheio de “habitués” é o único lugar em que se dança ao som de jazz em Paris. O seu nome não é à toa: a sala de dança fica no subsolo, como uma verdadeira cave.

Com vista direito à vista de Belleville

Le O’Paris – 1, rue des Envierges;  metrô Pyrénées/linha 11. Lá no alto, com a mesma vista magnífica – e única! – que se tem no Parc de Belleville, esse bar super simpático fica cheio no verão e às terças tem shows de jazz.

Fonte: http://aviagemcerta.com.br/2015/06/verao-e-tempo-de-jazz-em-paris/