Vem ver o secretário gato de Kate Middleton e Príncipe William

Espécie de assessor de imprensa de Kate Middleton e príncipe William, ele é discreto - mas não passa despercebido.

gettyimages-1156812364.jpg

Olhando as fotos hoje pela manhã, uma coisa nos chamou atenção – além do vestido deslumbrante e 100% romântico que Kate Middleton estava usando – um rapaz bem bonito que estava em meio ao staff da duquesa de Cambridge. Moreno, magrinho e com barba por fazer, ele até passaria despercebido, com sua camiseta branca, calça jeans e mochila, mas… que bonito!

gettyimages-1167229125.jpg

Trata-se de Christian Jones, o secretário de comunicação do príncipe William e de Kate Middleton. Ele começou a trabalhar com a realeza em dezembro de 2018, no papel de secretário adjunto de comunicação para William e Kate, mas também para o príncipe Harry e Meghan Markle.

Com a separação dos irmãos – que moravam e trabalhavam juntos – ele acabou ficando na equipe de Kate e William, e foi promovido a secretário oficialmente.

O trabalho dele é como de um assessor de comunicação. Ele acompanha William e Kate, responde às solicitações da imprensa, discute estratégicas de comunicação com o casal e cuida da preparação dos dois para aparições em público – o que falar, como se portar e a melhor maneira de transmitir as mensagens que eles desejam transmitir.

Antes de trabalhar com a família real, ele foi assessor de imprensa da campanha do Brexit, e no departamento de finanças públicas do Reino Unido.

Fonte: https://mdemulher.abril.com.br/famosos-e-tv/vem-ver-o-secretario-gato-de-kate-middleton-e-principe-william/amp/

As férias românticas de William e Kate

O REFÚGIO ESCOCÊS CHEIO DE RECORDAÇÕES DOS TEMPOS DE ESCOLA DOS DUQUES


Os duques de Cambridge, William e Kate, tiraram uns dias para fazer um retiro romântico em Balmoral, na Escócia. O casal voltou à propriedade privada da rainha, local onde viveram momentos muito especiais antes de se casarem. 

vip-pt-41118-noticia-ferias-romanticas-de-william-e-kate-o-refugio-escoces-cheio-de-recordacoes-dos.jpg


«Os duques de Cambridge são muito românticos e gostam de voltar aos lugares que os marcaram e que têm muito significado para eles», referiu a editora da revista Majesty, Ingrid Sewell. Os pais de George, Charlotte e Louis passaram grandes momentos juntos nas interrupções letivas enquanto eram estudantes da St Andrews University. 

De acordo com o jornal Now, os duques de Cambridge estão hospedados na fazenda Tam-na-Ghar, longe da residência da rainha Isabel II no mesmo território, para aproveitarem uns momentos sozinhos, depois do Torneio de Wimbledon e da Regata do Rei e antes de regressarem aos compromissos reais.

William e Kate passaram o Hogmanay [definição escocesa para o último dia do ano] na fazenda romântica antes de trocarem alianças. O príncipe surpreendeu a duquesa com um encontro romântico numa cabana de madeira da residência real. «Eu acho que William vai tem em mente uma noite romântica isolada de todos - é assim que eles gostam de passar os seus momentos especiais», declarou Ingrid Sewell.  

Férias românticas antes de regressar aos compromissos reais

William e Kate estão a aproveitar os últimos dias de férias para passarem momentos verdadeiramente românticos e recatados, longe do stress e da agitação de Londres e dos olhares atentos dos meios de comunicação e dos fãs da família real britânica. Os duques de Cambridge iniciarão no dia 11 de setembro a Diamond Jubilee Tour, onde visitarão as florestas tropicais do Bornéu, Malásia, Singapura, as ilhas de Salomão e Tuvalu. 

A história de Balmoral

Balmoral é o castelo da rainha de Inglaterra e é também a principal residência real na Escócia. Ao contrário de outros castelos e palácios, Balmoral é uma propriedade privada da rainha, ou seja, nada tem a ver com a Coroa. 

O príncipe Alberto, marido da rainha Vitória, comprou a propriedade escocesa em 1852 e mandou construir um castelo maior, visto que o original era pequeno demais para a família real britânica. A construção do castelo foi concluída em 1956. 

A propriedade de Balmoral conta com 50 mil hectares, tendo montanhas, vales, florestas e jardins privados. Existem 150 edifícios na propriedade, incluído a casa de campo do príncipe Carlos, Birkghall, e o refúgio romântico de William e Kate, Tam-na-Ghar.

Todos os verões, a rainha Isabel II aproveita para passar algumas semanas na sua propriedade privada, onde consegue descansar e relaxar, longe dos compromissos reais. Também é costume a família real britânica ir passar uns dias com a rainha de Inglaterra a Balmoral. O príncipe Carlos e Camilla da Cornualha costumam ir lá passar uns dias, bem como os duques de Cambridge, e os duques de Sussex, Meghan Markle e o prícipe Harry, também visitaram a Escócia este ano. 

O último telefonema com a princesa Diana

Apesar de Balmoral trazer boas recordações à família real, principalmente a William e Harry, que passaram grande parte da sua infância na propriedade da avó durante as férias, também há recordações tristes de Balmoral para os filhos do príncipe Carlos. 

Foi lá que falaram pela última vez com a mãe, a princesa Diana, ao telefone e que receberam a notícia do trágico acidente de viação que tirou a vida à mãe dos dois. 

Depois da morte de lady Di, A rainha Isabel II tentou manter os netos em Balmoral o máximo tempo possível, para evitar a pressão mediática que se vivia em Londres, mas acabou por se ver forçada a regressar com os dois para o Palácio de Buckingham.

Leia mais em: https://www.vip.pt/ferias-romanticas-de-william-e-kate-o-refugio-escoces-cheio-de-recordacoes-dos-tempos-de-escola-dos

Conheça a mulher que está abalando o casamento de William e Kate Middleton

Bela, recatada e do lar. É assim que Rose Hanbury, de 35 anos, poderia ser definida. Todavia, nos últimos dias o nome da nobre inglesa vem sendo relacionado a um problema da Família Real: a suposta turbulência no casamento do Príncipe William e Kate Middleton.

rosehanbury_3_26_19_026-11546934.jpg

Segundo tablóides como Daily Mail, The Sun e In Touch, Rose Hanbury seria o pivô do "iminente" divórcio entre o Príncipe William e Kate Middleton. Apesar de a Família Real não ter divulgado nenhum comunicado sobre o assunto, a história vem ganhando musculatura com o surgimento de fotos de William com Rose, aparições de Rose sem aliança e os frequentes rumores de que o casamento do herdeiro de Diane com Middleton não está bem das pernas.

Afinal, quem é a mulher que está abalando as estruturas da monarquia britânica? Filha de Timothy e Emma Hanbury, Rose não tinha uma linhagem nobre no início de sua vida, mas tinha um estilo de vida abastado. Com a adolescência, ela e sua irmã, Marina, decidiram enveredar para o ramo da moda, no qual trabalharam como modelos na agência inglesa Storm.

Decidida a fazer algo mais de sua vida, Rose largou as passarelas para dedicar-se à carreira política. A jovem atuou como pesquisadora parlamentar de Michael Gove, até que em 2010 resolveu casar-se com David Cholmondeley, filho do Marquês de Cholmondeley.

Herdando por benefício matrimonial o título de Marquesa de Cholmondeley, finalmente, uma Hanbury ascendia à nobreza. O casamento aconteceu em Chelsea Town Hall, em Londres, e contou com toda a pompa, tradição e protocolos que qualquer casamento da nobreza demanda.

À época, a união surpreendeu a revista Hello que, ainda em 2009, quando Rose e David anunciaram o noivado, alegou que os pombinhos esperavam um bebê - o que, segundo as tradições, não é permitido. Um dia após a divulgação desta notícia, os dois se casaram.

Em outubro de 2009, Rose deu à luz a gêmeos, apesar de os meninos serem esperados para chegar em janeiro. Com a vida nos trilhos, o casal mudou-se para o Houghton Hall, uma mansão de arquitetura palladiana situada em Norfolk.

As conexões entre Rose e Kate começam em 2011, quando a Duquesa se casou com o neto da Rainha Elizabeth II. Como o Anmer Hall, onde Middleton mora, é localizado nas proximidades da mansão de Rose, as nobres passaram a frequentar os mesmos círculos sociais, nos quais firmaram amizade, trocaram conversas e se viram com frequência.

A crise

A mídia já especulava que o casamento de Kate e William não passava por bons momentos. Ao The Sun uma fonte próxima ao clã Real declarou que o herdeiro de Diana trata sua esposa como “empregada” e que além disso era “ríspido” com ela. Todavia, até maio de 2019 não havia uma figura feminina na cena, só existiam dificuldades maritais.

No entanto, nos últimos dias, imagens de um suposto encontro entre William e Rose chamou atenção da mídia que passou a culpar a Marquesa pelos problemas na relação com o príncipe. Para corroborar a mídia, durante este turbilhão, Rose fez uma aparição sem aliança - o que automaticamente a colocou no cenário e mostrou que seu casamento também foi afetado.

Com base em toda a especulação, que pode ter procedência ou não, a imprensa britânica rotulou Rose de “Ex-amiga de Kate”, “Rival de Kate” e até “Rival rural de Kate”.

Com isso, segundo o Daily Beast , membros da realeza teriam enviado, por meio de um escritório de advocacia, uma carta à imprensa ameaçando tomar ações legais caso a polêmica tomasse proporções maiores. Apesar da atitude soar sensata, a existência e autonomia dela não foi confirmada por ninguém dos Windsor-Mountbatten.

Imprensa britânica especula sobre "iminente" separação de William e Kate

Família real é alvo de especulação a respeito da intimidade do casal. Sem comentários oficiais de William e da coroa, rumores de traição ganham força

7gszw9g0joltf1xqc7y01ri2k.jpg

Depois do nascimento de Archie, filho do príncipe Harry e de Meghan Markle, a família real britânica está novamente sob os holofotes. Tudo porque as principais revistas de fofoca da semana destacam o "iminente" divórcio de William e Kate Middleton.

Segundo a In Touch , os dois já não dormem na mesma cama e a duquesa de Cambridge não consegue superar os rumores de traição reaquecidos depois que Rose Hanbury, sua ex-amiga e apontada como affair de William, apareceu sem a aliança de casamento em cerimônia solene no palácio de Buckingham na última segunda-feira (3). A família real não emitiu nenhum comentário sobre os boatos.

Rose,35, é casada com o lorde de Chamberlain David Rocksavage, 58, e a rivalidade entre ambas foi primeiro apontada pelo The Sun em março. O Daily Mail também, sempre com fontes anônimas, implicou uma rivalidade entre as duas e listou pedidos por parte de Kate para não convidar Rose para eventos. 

Fonte: Gente - iG @ https://gente.ig.com.br/fofocas-famosos/2019-06-11/imprensa-britanica-especula-sobre-iminente-separacao-de-william-e-kate.html

Kate Middlenton pode virar a nova Princesa de Gales

Kate Middleton pode ser a próxima Princesa de Gales. Tudo dependerá do seguinte: se o Príncipe Charles for coroado Rei. Quem noticia é o jornal britânico Daily Express.

kate-middleton-pode-virar-a-nova-princesa-de-gales_350126_36.jpg

Middleton hoje em dia é a Duquesa de Cambridjge e seu marido,William, o Duque e, para ter um título de príncipe ou princesa, é necessário ser o casal mais próximo da coroa britânica na linha de sucessão do Reino Unido. 

Quando acontecer a morte da Rainha Elizabeth II, por exemplo, Príncipe Charles se torna, automaticamente, Rei. Na sequência, vem William seguindo a linha de sucessão.

Nascido já Príncipe, Charles viu sua ex-mulher, Diana Spencer, que morreu em 31 de agosto de 1997, num acidente de carro, em Paris.
 

Casado atualmente com Camilla Parker Bowles, Charles optou por não fazer uso do título por respeito à mãe dos seus filhos.

Ainda de acordo com a publicação, fontes ligadas à Família Real Britânica afirmam estar acontecendo reuniões com o intiuito de planejar o realinhamento de cargos e títulos, para quando acontecer a morte de Elizabeth II. E tudo leva a crer que Kate Middleton possa ficar com o título de sua sogra.

Se Charles topar, William ainda herdará títulos como Duque de Rothesay, na Escócia, e Duque da Cornualha, no sudoeste na Inglaterra.

Fonte: https://www.ofuxico.com.br/noticias-sobre-famosos/kate-middleton-pode-virar-a-nova-princesa-de-gales/2019/05/27-350126.amp.html