Dicas de Exposição de arte por Monica Fraga - Coluna Arte, Fotografia e Design

Você também adora viajar?

O Pensador.jpg

Nada como descobrir um lugar novo, uma cultura diferente, novos sabores e cheiros...

Nas suas viagens, você inclui uma visita a um museu ou instituto de arte?

Você sabe da importância da arte? Segundo pesquisa da Singularity... as cinco áreas mais importantes para o futuro são: ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática!

Eu sempre gostei de visitar museus, conhecer e ver de perto obras de grandes artistas, que antes só via em livros. Isso faz parte da minha bagagem!  E a boa notícia é que você não precisa viajar para longe para ter acesso à arte, pois o Brasil tem acervos maravilhosos, e artistas incríveis bem perto de nós!

São Paulo tem muitos museus, galerias e institutos de arte, bem como espaços que promovem eventos artísticos e culturais. De cara, indico uma visita ao MASP, Pinacoteca e Instituto Moreira Salles para mergulhar nesse universo.

Algo que acho maravilhoso é a parceria entre museus, onde eles emprestam, ou melhor, compartilham suas obras para levar a arte a todas as pessoas. Afinal de que vale obter conhecimento se não é compartilhado? Se você não compartilha o que aprende, o conhecimento “morre” em você! Já pensou nisso?

Sendo assim, a Pinacoteca disponibilizará o acervo do escultor francês Auguste Rodin para a mostra que ocorrerá no Instituto CPFL, em Campinas, a partir do dia 20 de março até 29 de junho de 2019.

Para quem ainda não conhece o trabalho do Rodin, ele é considerado um dos artistas mais influentes do século 20, um dos mais importantes escultores em bronze de todos os tempos.

A escultura é uma arte que representa a imagem, e as obras de Rodin tem uma beleza, uma sensibilidade que nos leva à reflexão...

A minha obra favorita, que tive o privilégio de conhecer é “O Pensador”, de 1880.

Em Paris grande parte de suas obras estão expostas no Museu Rodin. Veja mais no site: www.musee-rodin.fr

Imperdível a visita lá e aqui, no Instituto CPFL.

Quem sabe nos encontramos por lá?!

 

Mônica Fraga

IMG_2928.jpg

Mônica Fraga

Arte, Fotografia & Design

Designer de Interiores pela Arquitec., Fotógrafa pelo Senac São Paulo. Atualmente faço um curso sobre História da Arte, em SP, com o crítico de Arte Rodrigo Naves. Instragram: @monicafraga monicabmfraga@gmail.com

Pela 1ª vez no interior, esculturas de Rodin serão expostas em Campinas

Exposição que trará acervo do escultor francês na Pinacoteca de São Paulo a Campinas começa dia 20 de março no Instituto CPFL

torso_do_790x505_14022019155922.jpg

Em parceria com a Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria da Cultura e Economia criativa do estado de São Paulo, o Instituto CPFL traz a Campinas a exposição "Figura e modernidade: Rodin no acervo da Pinacoteca de São Paulo". 

PUBLICIDADE

A mostra, de 20 de março a 29 de junho, exibe as obras do renomado artista francês pela primeira vez no interior paulista. 

A exposição reúne a coleção completa da Pinacoteca referente ao artista. Com curadoria de Valéria Piccoli, curadora-chefe do museu, o conjunto de dez esculturas originais e 76 fotografias documentais da vida do artista será exibido gratuitamente na Galeria de Arte do Instituto CPFL. 

QUEM É 

Auguste Rodin (1840-1917) é considerado um dos artistas mais influentes do século 20. "O Pensador", "O Beijo", "A Porta do Inferno", são algumas de suas famosas esculturas. Amante da fotografia, Rodin deixou um arquivo com 7 mil imagens, que permite seguir, passo a passo, a elaboração de suas esculturas, como a do "Monumento aos Burgueses de Calais" (1895) e "O Pensador" (1902). 

SERVIÇO 

Figura e Modernidade: Rodin no Acervo da Pinacoteca de São Paulo 
Data: De 20 de Março a 29 de Junho de 2019 
Local: Instituto CPFL (Rua Jorge Figueiredo Corrêa, 1.632, Chácara Primavera, Campinas) 
Telefone: (19) 3756-8000 
Horário de visitação: Segunda e terça, das 9h às 18h; quarta a sexta-feira, das 9h às 19h; sábado, das 10h às 16h 
Entrada gratuita 
Serviço Arte Educação: agendamento de visitas monitoradas podem ser feitas por e-mail monitoriainstitutocpfl@gmail.com ou pelo Telefone: (19) 3756-8000 
Mais informações: www.institutocpfl.org.br

Exposição no TRT: mostra de 170 esboços de Egas Francisco feitos durante suas sessões de psicanálise com o dr. Isac Karniol

PALIMPSESTO MÁGICO

Egas Francisco completou 80 anos de uma vida dedicada às artes plásticas e traz suas obras novamente à mostra, desta vez, de forma inusitada e mais íntima possível. Em Palimpsesto Mágico, serão apresentados 170 esboços produzidos pelo artista durante sessões de psicanálise, aquarelando com as cores da alma e dos segredos mais abissais, em número variado conforme a sessão, sempre alinhavados à interpretação, em palavras, do psiquiatra Isac Karniol, que junto da psicóloga Patrícia Karniol, idealizaram o evento. 

“Dedico minha vida à procura do definitivo que nunca se completa. Não somente o resultado passageiro, mas a vida que desabrocha em sucessivos momentos, parecendo procurar uma forma que, alcançada, também acaba sendo passageira. O desejado é a cada instante sentir-se livre, vivo, participando e participante”, instiga-nos Karniol, psiquiatra, cientista e psicanalista que diz, também, sentir-se em terapia quando em sessão com o artista. Mais que isto, logo percebem que estão se tratando e a “cura” é uma utopia.

Um ou vários esboços em uma sessão acabam representando, em sua finitude, o infinito que é a vida. Quando essa possibilidade de representação é difícil para Egas, é do negro todas as cores que ela acaba surgindo. Ao final das sessões, geralmente Egas e Isac saem fortalecidos, com a imobilidade e a morte em vida vencidas. Egas volta a criar no seu ateliê.

Momentos são documentados não somente pela memória, geralmente falha e deformante, mas pelas sucessivas produções pictóricas. “Esta não é minha arte, aquela que sempre produzi e que me tornou reconhecido. São linguagens espontâneas que me vêm à consciência, executadas em poucos minutos’, explica Egas. Em algumas delas, apesar da rápida execução, toda sua sensibilidade vem à tona artisticamente. “Às vezes, saio à procura do abstrato e, eventualmente, o figurativo predomina; cores vibrantes, sentimentos e emoções que espocam não ficam somente no ar, mas aparecem visíveis no papel”, complementa o artista.

A Psicanálise é constantemente comparada à relação artística entre paciente e analista. Na análise com Egas, pela primeira vez, as produções surgem na própria sessão, na relação analítica com um artista consagrado, podendo, então, ser considerados verdadeiros e originais documentos psicanalíticos.

“Levando em conta os esboços, procuramos, numa linguagem verbal, traduzir em sonho acordado o que teria ocorrido nas sessões. Não é uma verdade absoluta, historicismo rigoroso, apenas uma tentativa”, diz a psicóloga Patrícia Karniol.

Além da mostra dos citados esboços, serão apresentadas seis telas inéditas de grandes dimensões, que representam com relevância o momento de vida que o talentoso artista atravessa. “Achei que a exposição alcançaria maior completude se expuséssemos estas obras de grande impacto dramático, assim como as aquarelas de menores dimensões e as gravuras finearts (em impressão museológica e papel importado), uma novidade recém lançada, com preços muito acessíveis, possibilitando maior disseminação da obra deste artista tão nosso”, diz Ligia Testa, que assina a coprodução do evento.   

O livro Palimpsesto Mágico, de Isac e Patricia Karniol, com os esboços de Egas, também estarão à venda no dia. Os psicanalistas reforçam o que lhes motivou à idealização do evento: “compartilhar o momento em que a criatividade-vida se inicia e se expressa através da Arte”.

PALIMPSESTO

No Egito antigo, pintura e escrita eram feitas em papiros. As linguagens neles contidas muitas vezes eram raspadas e novas produções eram aí feitas constituindo os chamados palimpsestos. O casal Karniol imaginou para traduzir o que ocorria na produção dos esboços de Egas a existência de um “palimpsesto mágico”, no qual imagens raspadas eram rapidamente substituídas por outras; concomitantemente as primeiras retornavam, sem que as últimas desaparecessem. Aumentavam para o infinito o número dessas imagens em constante movimento, substituindo-se e retornando, acrescentando a influência de outras variáveis tão dinâmicas quanto emoções, sentimentos, memórias, escolha de pincéis, movimento deles, tintas e cores, além do espectro da consciência.

 

SERVIÇO:

Local: Tribunal Regional do Trabalho, Rua Barão de Jaguara, 901, Centro, Campinas/SP

Vernissage: 19/mar/19, das 17h30 às 22h

Visitação: 19/mar a 26/abr/19

Entrada Gratuita                                             

 

Mesa redonda: Local Hotel Meliã Campinas, Rua Severo Penteado, 140 Cambuí

Data: 20/Mar/19, 19h30 às 22h30

Para convidados

Nova coluna - Arte, Fotografia e Design por Mônica Fraga, confiram!

Olá!

Fui convidada pela Raquel para falar um pouquinho de arte, fotografia & design nesse espaço, e espero contribuir , inspirando você a ter um olhar voltado para a arte em geral, e compartilhar dicas de eventos e exposições que estejam acontecendo.

Segundo Paul Klee, com exposição (imperdível!) neste momento no Centro Cultural Banco do Brasil SP:

 “A arte não reproduz o visível, ela torna visível.”

Cada um tem uma maneira de interpretar ou sentir a arte. Algo que me fascina é a mensagem que está por trás. Em uma palestra da Gisela Gueiros que assisti recentemente em São Paulo, ela apresentou uma obra de Josef Albers, onde os quadrados dentro das figuras tem a mesma cor e parecem completamente diferentes. Veja abaixo:

monica.jpg

Isso nos faz pensar no quanto o meio em que estamos inseridos nos afeta, interfere na nossa maneira de agir e pensar, assim como a cor assume outros tons quando em contato com outras cores.

 Nesse contexto aproveito para convidar você a visitar a exposição Através da Lente Cor de Rosa de Bettina Vaz Guimarães, no Subsolo Laboratório de Arte em Campinas, e ao final reflita como a cor afeta você!

 Bjs

 Mônica Fraga

IMG_2928.jpg

Mônica Fraga

Arte, Fotografia & Design

Designer de Interiores pela Arquitec., Fotógrafa pelo Senac São Paulo. Atualmente faço um curso sobre História da Arte, em SP, com o crítico de Arte Rodrigo Naves. Instragram: @monicafraga monicabmfraga@gmail.com

Alerta! Terá tornado neste sábado de Carnaval no Alma Hostel

E não apenas um, mas nove. E eles estarão nas fotos que compõem a exposição Tornados de Luz. O vernissage de abertura será no dia 4 de março, sábado, a partir das 16 horas, no Alma Hostel, que fica na Rua Santo Antônio, 452, Cambuí, Campinas.

WhatsApp-Image-2019-02-21-at-10.14.03.jpeg

Os fotógrafos Christian Camilo e Paulo Ferraz estarão recepcionando os convidados para apreciarem as imagens impressas em papel francês com pigmentação mineral HP de resistência museológica. “Temos uma responsabilidade social e ecológica que é muito enraizada em nós, por isso utilizamos estas técnicas e madeira de reflorestamento para preservar o meio ambiente” comentam os expositores.

Após a abertura a exposição permanecerá no local até o dia 26 de abril, de segunda a domingo, das 15h às 22h. A entrada é de graça.